Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

17
Dez06

... a saia da... Carolina!!!...

sherpas

… não vou começar por aí… pela saia da Carolina, pelo despeito ou pelo espírito de vingança que sobressai logo à partida, depois de desfeiteada pelo Pinto Presidente, não gosto de futebóis, não inclino para intrigas insidiosas, ainda por cima sob a forma de livro… um dejecto, como afirma o Miguel comentador, escritor de trato fino, profundo sabedor de tudo quanto é CASO, político ou não, tal como outros… ao serviço daquela janela novelística, a TVI espanhola, aberração que temos, generalista sempre em festa como a do Balsemão, tal como a estatal, cada uma mais igual… fontes constantes de entretenimentos e convencimentos, publicitando o que bem entendem, fugindo ao seu verdadeiro papel, formação e informação dum POVO que esquecem e embrutecem, aos poucos!!!...

 

… neste sector, ramo futebolístico, estamos mais que habituados, desconfiamos e sabemos… quando vendidos como escravos, movimento de milhões, aqueles desportistas imberbes, hábeis  com os pés, distracção de multidões fanáticas e não estáticas, enlouquecidas, gritando enrouquecidas, no auge das suas emoções, desporto-rei, lhe chamam, com tanta trama, com tanto defeito, tanto encosto de gente sôfrega e ambiciosa, doutores e engenheiros, políticos e juízes, alguns imbecis de poucas letras...  uns ratões aproveitadores, construtores e grandes empresários, os patos bravos que adoram protagonismo, que compram favores de influentes ou com influências que possuem, meandros complexos, que fazem o gosto ao dedo, que manipulam tudo e todos, calda esquisita que se alargou, corrupção generalizada… intocáveis, inatingíveis, tão afastados que estão das malhas da lei… quase no Olimpo, parece!!!...

 

… creio que nem o Baltazar Garzon do Suéter, do Furacão, do Pinochet, doutros CASOS de relevância faria fosse o que fosse em relação a estes desmandos que surgem na sociedade que temos, transversalmente infectada pelo espírito grandiloquente da corrupção que se mantém, se alastra na nossa raça… como estigma que nos marcou logo à nascença parece, assim o afirmou o Presidente das Autarquias, o Ruas empedrado… de Viseu, sorrindo bonacheirão!!!...

 

… pois é… futebol, política, justiça, poderes diferentes que deveriam ser independentes uns dos outros, encontram-se enrolados até mais não!!!... Confusão e promiscuidade tal que até afligem, que metem impressão, sociedade doente carregadinha de vítimas, de pseudo-senhores, nos altos, nos baixos, amanhanços e manigâncias, enredos e novelos, com Carolinas pelo meio, com livros que se publicam, coisas rascas, sem préstimo, acusações que se espalham, CASO que se reaviva, figuras que voltam para a ribalta, situação que provoca incomodidade, que mostra e nos provoca descrença que se adensa, apeados que somos perante os forrados de qualquer maneira e feitio, a ralé de trapo no pé, pobres coitados que ainda se vão em cantigas, que os aguentam!!!…

 

… de indiferentes, limitam-se a encolher os ombros, porque já não acreditam, porque já andam fartos, saturados de CASOS e CASOS como aquele que se arrasta, que… lá para o ano de 2050 ainda terá simples arguidos, um montão de testemunhas que ainda não testemunharam, muitos e muitos inocentes, quando crianças desvalidas, que já cresceram, que são gente adulta, de quem abusaram ignobilmente, a quem o Estado pespegou uns tostões nos bolsos, por agravos cometidos por outros… que não nós, Estado também!!!... Com que frieza e à vontade dispõem do que nos pertence… para isso foram eleitos, mesmo com defeitos!!!...

 

… há quem diga que para que se faça algo de proveito neste recanto que nos é querido, temos de ter entretenimentos… coisas que nos façam olhar para o lado, não estarmos atentos, continuarmos iguais ao que fomos no passado, apesar de sermos aquilo que parecemos ser, uma democracia de facto com partidos diversos, ideais díspares, objectivos e caminhos que se não conjugam, que brigam uns com os outros no Parlamento quando discutem, quando se enfrentam, rejeitam, aplaudem e… aprovam o que lhes interessa, consoante o quadrante político de momento, uma salsada que se não entende agora, por causas tão faladas e conhecidas, plano de estabilidade económica da Europa que nos engoliu, défice que ultrapassa o que não devia, políticas de contenção que magoam no que mais nos custa, nas regalias e nos dinheiros, esforço colectivo, dizem!!!...

 

… aparentemente… pelo que vamos ouvindo, pelo que nos é dado observar, pela prosápia com que ocupam certas posições, pelos estadões, pela presença ao vivo no Mundo da alta finança, pelas viagens e pelos contactos ao mais alto nível em todo e qualquer órgão representativo na Europa, na África, Ásia e América, onde botam faladura os que escolhemos, quase nos vão convencendo disso… apenas, remando em conjunto, apertando o cinto, congelados e parcos, mantendo a última posição no ranking dos vinte e cinco, um sem sentido!!!... Depois, nos que deveriam investir mais esforços e vontades… a longo ou médio prazo, vão prometendo!!!... Entretanto vão dizimando erros e hábitos perniciosos, fazendo recolha de objectos contrafeitos, recebendo dinheiros, quando multam, quando castigam os que prevaricam com bebidas etílicas em demasia, fazendo justiça mais rasteira, coisinhas de nada, quando retiram o que nos deram anteriormente, quando nos encaminham para serviços privados, Banca e Seguradoras, reduzindo e danificando o Público, reformando como gostam, bem entendem… sem oposição credível porque gostam do que vão vendo, sabe-lhes bem, políticas pouco sociais, mais para os capitais!!!...

 

… enfim, resta-nos a consolação do 2010 com os impostos mais baixos… segundo prognóstico do homem das finanças, eleitoralismos ou não, ficou dito, deu origem a um sorrisinho de desconfiança por parte dos que estão habituados a pagar!!!... Fica bem dizer estas COISAS, ainda mais quando o caminho, mediante exportações e turismo, despesas que se evitam, pagamentos que se não fazem, instituições que se cerraram, reduções que perspectivam, congelamentos que mantêm, impostos indirectos que pagamos, regalias que perdemos… é o mais indicado, todos afirmam, tecnocratas sabidos, Governador do Banco de Portugal, comissários europeus, OCDE, opiniões sobre milhares de milhões que nos reduzem, conduzem, induzem… nos calam, de repente!!!... Algumas manifestações, descontentamentos que se arrastam, o tempo passa e tal como um ex-P.R. gostava de martelar, ao princípio estranha-se, depois… entranha-se!!!...

 

… quanto ao MUNDO, depois de certa cimeira… ficou bem pior, não se recomenda a ninguém!!!... A vida, para eles, responsáveis de craveira e seguidores fanáticos, só conta em relação à IVG, ao aborto, pelo que constato, vou ouvindo por aí, lendo também!!!... Sobre o altar, no decorrer duma missa qualquer… há padres que fazem campanha pelo não, com desfaçatez e à vontade, alguns donos deste canteiro, de grande parte pelo menos… com hospitais e tudo, por éticas e deontologias, seguem o mesmo caminho, um não rotundo ao aborto, mesmo que este seja oficializado, dentro da lei… como anarquistas irresponsáveis, (… o meu respeito pelos que o são de verdade!!!...) dizem que se recusam a fazê-lo!!!... Que País… cada cabeça, sua sentença, puxando para todos os lados ao mesmo tempo!!!... Do mal, o menos… surgiu uma Carolina com um livro rasca, com declarações escritas, dúvidas e certezas que acusam o Presidente Pinto, levou o PGR a lê-lo, incendiou este quintal, tal e qual!!!... Enfim, Procuradores e justiças… injustiças mil!!!... Chiça!!!...

 

… vale a pena esperar para ver o que dá… esta saia da Carolina, devidamente espremida pela Procuradora  Drª. Maria José Morgado!!!...

 

… gostei de dar uma passeata, bem iluminada, por sinal… pela Baixa Pombalina de Lisboa com aquela árvore disparatada, ali ao Terreiro do Paço!!!... Época bonita a do advento, evento, acontecimento, nascimento que se repete… esperança que surge de novo, no meio do POVO, como uma lufada de vento, bom augúrio, quiçá… caridadezinha instituída, calor interno que se sente, quando se pratica, esquecimento provisório, festa que acalenta quando surge, rebenta!!!... Vi muita gente com… as mãos nos bolsos, sem prendas, sem sacos nas mãos, vazios e de olhos abertos, sem frios, sem cheta, consumo que se não faz, para muitos que nos desgovernam, tanto faz!!!... Todos bons rapazes… nesta altura que pouco ou nada dura!!!... Para Gregos e… para Troianos, forte abraço alentejano, desejo de festas repletas do que precisam, dando daquilo que têm, recebendo também!!!... Sherpas!!!...

  

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D