Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

25
Jun10

... BANCA que descambou, descamba... descambará!!!...

sherpas
Alemanha reforça necessidade imposto sobre banca com os EUA
 

O ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaeuble, reiterou hoje a necessidade de se criar um imposto para os bancos em cooperação com os EUA, mas alertou igualmente que Washington deve controlar forças que podem desencadear outra crise.

 

... in http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?section_id=13&id_news=139525

 

"Existe um consenso razoavelmente alargado na Europa e nos EUA quanto à vontade de introduzir um imposto bancário e de reestruturar o sector bancário", disse Schaeuble à rádio alemão RBB.

 

"Não se passa o mesmo em todo o mundo, mas se o fizermos em conjunto com os EUA será um passo importante", acrescentou.

O Reino Unido, a França e a Alemanha anunciaram que estão prontos a introduzir um novo imposto sobre o sector bancário, que foi salvo da crise financeira com milhares de milhões de euros e libras provenientes de fundos estatais.

 

Schaeuble reconheceu que será difícil chegar a um acordo quanto a um imposto sobre as transacções financeiras globais na reunião do G20, este fim-de-semana, que reúne na cidade canadiana de Toronto os líderes das 20 maiores economias do mundo.

 

"Mas se após Toronto chegarmos à conclusão de que não o podemos fazer a uma escala global, então fazemo-lo nós mesmos na Europa", acrescentou.

 

Numa outra entrevista ao jornal financeiro Boersen Zeitung, Schaeuble pressionou os EUA a terem mais disciplina orçamental, um tema que tem levantado debate em ambos os lados do Atlântico.

 

"Apesar dos estímulos sempre a crescer e de um défice orçamental que por vezes nos corta a respiração, não se vê resultados no mercado laboral" nos EUA, declarou o ministro alemão.

 

"As autoridades norte-americanas estão a tentar tudo o que podem. Sem dúvida que as forças que desencadearam esta crise vão ser libertadas outra vez", alertou.

 

As baixas taxas de juro e as enormes quantidades de crédito barato nos mercados criaram o ambiente para uma crise financeira que começou em 2007 quando os proprietários de casas nos EUA se viram incapazes de pagar hipotecas arriscadas.

 

"Sou cuidadoso em não dar conselhos aos EUA sobre crescimento económico, mas a Alemanha pensa que é claro que um défice público excessivo constitui um obstáculo ao crescimento global", disse Schaeuble.

 

Washington tem dito repetidas vezes à Alemanha que deveria reorientar a sua economia, passando de uma estratégia virada para as exportações para uma estratégia virada para o reforço da procura interna.

Diário Digital / Lusa

 

... reorientar SISTEMA financeiro... contribuir pr´ó ESTADO, esquecer dinheiros dos CONTRIBUINTES!!!... Vai sendo TEMPO!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.portugal}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.santarem}{#emotions_dlg.aveiro}{#emotions_dlg.portalegre}{#emotions_dlg.beja}

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D