Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

16
Mai10

Tailândia: Camisas Vermelhas pedem mediação da ONU

sherpas

BANGCOC, Tailândia — A violência fez mais uma vítima este domingo em Bangcoc, quarto dia de confrontos que já causaram 31 mortes e mais de 230 feridos, sem que o exército consiga conter os 'camisas vermelhas' antigovernamentais, que pediram que as Nações Unidas façam a mediação do conflito.

 

in... http://www.google.com/hostednews/afp/article/ALeqM5jrh3I8-w85IpUfVHqvtMFlKZx1Ng

 

"Pedimos ao governo que cessem os disparos e que retire os soldados" (que cercam o bairro ocupado pelos manifestantes desde o início de abri), declarou Kokaew Pikulthong, um dos dirigentes do movimento.

 

Antes de fazer esta proposta, que o governo rejeitou imediatamente, os dois campos haviam radicalizado suas ações, principalmente desde quinta-feira, quando o exército lançou uma operação destinada a asfixiar a 'zona vermelha' em pleno centro da capital.

 

Os soldados não hesitam em disparar contra os manifestantes. Estes, por sua parte, reforçaram as defesas de seu acampamento e alguns deles realizam operações de guerrilha urbana usando coqueteis molotov, pedras e, às vezes, armas de fogo.

 

Os enfrentamentos custaram a vida desde quinta-feira de 31 pessoas, todas civis, o que eleva para 61 mortos e mais de 1.600 feridos o balanço das vítimas desde o começo da crise em meados de março.

 

O primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva, que havia proposto em vão uma solução política há duas semanas, adotou agora uma posição mais dura.

Ele voltou a exigir neste domingo que os manifestantes se retirem, ameaçarando intensificar as operações militares.

 

O exército reforçou o cerco à zona ocupada pelos manifestantes, bloqueando seus acessos e impidiendo o abastecimento de água e de alimentos.

 

No entanto, as autoridades desistiram de impor o toque de recolher que o exército havia anunciado pela manhã. A decisão foi tomada por consideração das consequências nefastas que tal medida teria para os civis que moram na área.

 

Por sua parte, muitos manifestantes se declaram dispostos a enfrentar um eventual ataque geral dos militares, para o que levantaram barricadas com arame farpado, pneus encharcados de combustível e bambu, em torno de uma zona de vários quilômetros quadrados.

 

As autoridades pediram este domingo à Cruz Vermelha que participe na evacuação dos manifestantes que desejarem abandonar a chamada 'zona vermelha', na qual se encontram cerca de seis mil pessoas.

 

Consciente de que se encontra num beco sem saída, um dos dirigenes dos 'camisas vermelhas', Jatuporn Prompan, fez um apelo ao rei Bhumibol Adulyadej, que é considerado a "única esperança" para encontrar uma solução pacífica para a crise.

 

O monarca de 82 anos está hospitalizado desde setembro e não se expressa publicamente sobre a crise desde que ela explodiu em março.

O rei não desempenha qualquer papel político oficial na Tailândia, mas tem sido uma força de estabilidade ao longo de suas seis décadas de reinado.

 

A escalada de violência dos últimos dias obrigiu as autoridades a adiar em uma semana o reinício das aulas previstas para esta segunda-feira.

 

As manifestações começaram por iniciativa dos pardiários do ex-primeiro-ministro no exílio, Thaksin Shinawatra, que consideram que o governo de Abhisit é ilegítimo e o acusam de servir às elites de Bangcoc.

 

... pictures in... http://www.guardian.co.uk/world/gallery/2010/may/16/thailand-bangkok-protests?picture=362701910

 

... incompreensão entre os homens... MALDIÇÃO!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D