Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

27
Mar10

... há mar e... mar!!!...

sherpas

… tempo quente, abafado,
está-se mal… em qualquer lado,
uma saída até à praia, local mais amplo, arejado,
areal imenso, brisa fina, constante,
uma sombra, uma sombrinha,
bem acomodado, em toalha,
sentado numa cadeira, ali à beira,
espectáculo digno, mesmo diante,
num oceano que desafina,
ondear estonteante,
ondas que vêm, que se formam,
que caminham, se desenrolam,
desfeitas na rebentação,
alegria, gritos… brincadeira,
gente nova que desatina,
envolvidos uns nos outros, animação,
local dilecto, predilecto… devoção,
junto ao mar, baú gigante dos nossos sonhos,
repositório de todo um passado,
quando, pensativos, nos pomos,
arquivo, Torre do Tombo… natural,
caminho, elo, ligação a todo o Mundo,
vocação, entrega total,
destino, imaginário… profundo!!!...

… criaturas medonhas, possessas, horríveis, só de pensar,
medrosos nos aquietamos, temerosos de vidas e bens,
mar desconhecido, temido, caminho por desvendar,
sepultura dos mais afoitos… onde os guardas, onde os tens???...

… não mergulho, como dantes, nas águas frias e calmas,
não esbracejo, não nado… como quando mais novo,
paro, bem instalado, estudo o que me rodeia,
sinto-me mais uma, entre tantas almas,
tento recordar, reviver… quando renovo,
velhas lembranças, juventude que se anseia,
já perdida, digerida pelo passar dos anos,
tempos já vividos, tempos recuados,
bem marcados no pensamento, bem guardados,
por vezes, levanto-me… dou uns passos,
faço, bem acompanhado, passeio mais alargado,
ali à beirinha, com os pés molhados,
ao longo da praia imensa, deixando traços,
indeléveis, logo apagados,
pelo ir e vir das águas que, se não aquietam,
que nos molham as pernas, nos refrescam,
nos convidam a entrar, de mansinho… mesmo parados!!!...

… devagar, devagarinho, numa falésia, bem alta, me ponho,
alongo meu olhar, tenho tanto que pensar,
recordo mapas, riscos, planos, descrições de tantos viajantes,
cartas de marear,
divagações, meus desejos, meus quereres, meus navegantes,
minhas ambições, meus propósitos, meu tormento, meu penar!!!...

… sensações boas, gratificantes,
neste tempo quente… abafado,
por aqui, na praia de agora, não a de antes,
sem esbracejar, sem nadar, bem instalado,
estendido numa toalha, sentado numa cadeira,
espraiando meus olhares,
pelas sombrinhas multicolores,
ali à beira,
ouvindo risos, esgares, gargalhares,
doutras vidas, mais jovens, sãs e fortes, jovens senhores,
possuidores de energia vital,
mergulhando, jogando, saltando,
expondo corpos e almas, partilhando,
sol, água, areias, odores… sabores,
tudo quanto é natural,
nesta brisa refrescante, constante,
enquanto vou recordando,
passados, gastos, consumidos,
recordações às que me agarro, amando,
outros tempos, já idos… perdidos!!!...

… fomos longe, fomos perto, utilizámos saberes,
descobrimos o encoberto, penámos culpas, sofrimentos,
enfrentámos bestas tremendas, quisemos outros quereres,
vimos gentes, vimos feras, outros seres, outras terras,
tantos gritos, tantos choros, chusma de lamentos,
com os elementos, travámos… novas guerras!!!...

… por vezes levanto-me, molho os pés, avanço,
faço passeio alargado, ao longo,
o mar brinca comigo, convida… já manso,
não resisto, entro, refresco meu corpo, propondo,
união de facto, no acto, na entrega,
sem luta, sem refrega,
descanso, não esbracejo, não nado,
devagar, gozando… parado!!!...

… demos luz, demos Mundos, criámos outros caminhos,
fomos heróis, fomos santos, fomos vítimas… navegantes,
descortinámos mais longe, fomos feros, demos chagas ao corpo,
morremos, regressámos… concretizámo-nos, partindo,
por mares, por oceanos, fomos enormes, gigantes,
pequeninos, engrandecidos pelo esforço,
Pátria, minha amada, que nos estás deixando… fugindo!!!...

… somos mar, somos Mundo,
somos o que fomos… somos tudo,
numa praia discreta, com olhar profundo,
sinto medo, sinto pena, sinto saudade,
pura verdade,
com a brisa fresca que sopra, que lembra,
tempos passados, de loucuras, de pavores,
de bestas sanguinolentas, horrores,
de partidas, de chegadas,
de dúvidas, de incertezas, de más profecias,
agora, com águas mansas, paradas,
outros rostos, energia vital, reinação… alegrias,
boas, más companhias,
desleixo, desinteresse, prisão… cacofonias,
dissonância, sem ilusão,
entristecido, mais que emudecido, meu triste diapasão,
oh mar, oh mar salgado… quanto do teu sal,
são lágrimas de Portugal!!!...  Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D