Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

01
Mar09

... políticas e... futebóis!!!...

sherpas
Uns é porque o Sporting vai ao Dragão. Outros é porque o PS se celebra em Espinho. A verdade é que as baixas na tertúlia deste fim-de-semana excedem o habitual e talvez até o razoável. Podia aqui argumentar que não sabia do jogo, mas nem por isso me via livre das suspeitas de que, no que toca a baixas, tenho o poder de previsão de George W. Bush.
... espinho e... a rosa!!!...
... rosa com... espinhos!!!...
... referência de... antes, d´agora também!!!...

É certo que a semana já se rarefazia à minha volta. Quando o mundo se sintetiza no cão-d'água que ascendeu à Casa Branca e no meu país é notícia que uma carrinha da EMEL apanhou com o chumbo de uma espingarda de pressão de ar, só uma sólida formação filosófica, moral e cívica é que nos pode pôr a salvo das mais excruciantes interrogações acerca do sentido da vida.
... DRAGÃO!!!...

Aos que por cá ficaram, só resta apascentar os afectos com a conversa mole dos inquilinos do tempo. Até porque, por razões mais duradouras, estou pouco preocupado com o que se vai passar no Dragão. Guardo, por isso, a atenção e a curiosidade para o que vier a ser o congresso do PS (mesmo que, em tese, fosse mais apropriado guardar o tema para o próximo domingo).
... LEÃO!!!...

O congresso cumpre a função que a adopção das "directas" lhe reservou. Teoricamente, o que havia a debater já lá vai (mesmo que saibamos que tal nunca foi feito cabalmente, em partido algum) e agora há que escolher: pessoas, papéis, propósitos. Isto, quanto aos chamados "partidos de poder" - que o mesmo é dizer todos os partidos que se não excluírem a si próprios. Mas sofistica-se (ou complica-se) quando, mais do que partido(s) de poder, estamos perante o partido no poder. Porque, sendo o poder o fim aglutinador do grosso de quem milita, a sua defesa difere do seu assalto como num cerco militar.
... consagração dum... LÍDER!!!...
 Ninguém lá vai para questionar um líder já consagrado, há apenas quem lá vá tentar condicioná-lo no detalhe das opções (e sobretudo nas escolhas de pessoas). Tudo isto é ainda mais gritantemente assim num ano de três eleições de escala nacional. Quem o entende sujeita-se às regras. Creio que todos, sem excepção, se sujeitam, mesmo que consigam convencer do contrário os sitiantes.
... são ESPINHOS!!!...

Não condeno as razões dos que quereriam ver debatidas algumas questões cruciais. Eu também lamento algumas omissões: desde a aprovação da regionalização sem uma prévia normalização conceptual das autonomias regionais até à formulação de políticas sociais, que ainda não deixaram cair o ideal da igualdade de oportunidades e contudo mantêm a abolição do imposto sucessório.
... são ESPINHOS!!!...
Para já não falar em alguns e candentes problemas, pelo menos na área da justiça. Mas o ponto é que os actuais congressos não servem para isso. Pressupõem isso. Quando o congresso chega, está-se já no território, desejavelmente comum, da grande batalha contra o cerco. Consagra-se um chefe, mesmo que se fuja ao one man show.
... são ESPINHOS!!!...

Aos sitiantes compete depreciar a capacidade de resistência da cidadela. Quanto mais não seja para que a soldadesca não desmoralize. E já que, lá dentro, a liturgia é virada para o País, pois é com os olhos no eleitorado que vão tentando captar as atenções. Daí que cada qual se sirva do que tem à mão. Já vi Louçã a distribuir folhetos e recados sedutores à porta de uma estação de caminho-de-ferro; Jerónimo numa afadigada reunião com esse interlocutor sempre difícil que lhe é a CGTP; e Portas entre idosas ou numa fábrica de calçado exemplar. Mas também Alexandre Relvas, na Amadora, defendendo a "líder legítima" (o que, no PSD actual, parece não ser tautológico) contra Passos Coelho, que, em Carcavelos, denuncia a incapacidade da oposição que Manuela Ferreira Leite faz e que só "alimenta a fantochada".
 ... são ESPINHOS!!!...
Mas vi também Manuela, a propriamente dita, a tentar explorar a ausência de Sócrates numa reunião em Bruxelas e constatei novamente o império da táctica que vai na Rua de S. Caetano. É que se queriam - ou ao menos admitiam - vir a utilizar esta linha de argumentos, não deviam ter feito tanto marketing à volta de um parto familiar em Londres quando o País parecia subjugado à desordem desencadeada por transportadores rodoviários. Entre a escolha que então fez - humaníssima, de resto - e a escolha que agora fez o adversário vai a distância de esta não ter nada de civicamente criticável.
... são ESPINHOS... doentes, às vezes!!!...

Segue-se uma semana de pousio. Ruidoso, é certo. Com sitiados e sitiantes a esvaírem-se em entrevistas e declarações. Mas o congresso terá sido cumprido. "É a vida." Não existimos fora dela e quase todos gostamos dela. |

   ... são ROSAS... ausentes!!!...

 

... tal e qual... nem mais, nem menos!!!... Expectante... como sempre, nos futebóis, nas políticas à portuguesa!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D