Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

24
Jan09

... incómodos políticos!!!...

sherpas

Depois das declarações de Júlio Monteiro, o incómodo político do caso Freeport para José Sócrates é evidente. Se na quinta-feira se tinha ficado por um breve comentário ao assunto, ontem viu-se forçado a emitir um comunicado, em que tentou explicar e contextualizar as afirmações do tio e confirmou mesmo, pela primeira vez, ter tido uma reunião com os promotores do projecto Freeport.
... editorial... no DN!!!... 

 

      ... à PJ... a investigação!!!...

 

A pressão política que se abateu sobre o primeiro-ministro é, porém, muito diferente de fazer extrapolações ou tirar conclusões precipitadas sobre a sua culpabilidade neste processo. É preciso respeitar o andamento da investigação e esperar por factos provados. Só depois disso será legítimo fazer juízos de valor sobre a conduta de José Sócrates.
... resmas de papel que... se vendem!!!... Objectivo preciso... em ano d´ eleições???...

Independentemente do que venha a provar-se, é indesmentível que esta convulsão política era a última coisa de que Portugal precisava neste momento. Numa altura em que a união se impunha para fazer frente à profunda crise financeira, o País assiste a sucessivos ataques à estabilidade. Primeiro foi o escândalo BPN que ameaçou salpicar o Presidente da República, Cavaco Silva, agora é o caso Freeport que ameaça abalar a imagem do primeiro-ministro, José Sócrates.

... agora é o Freeport... antes o BPN!!!...

A Justiça, no entanto, deve manter-se alheia a tudo isto, mesmo às necessidades de estabilidade do País, e concentrar- -se exclusivamente na busca da verdade e no esclarecimento cabal e inequívoco destes processos. Para garantir que no futuro ninguém faz ressuscitar estes casos sempre que tal lhe for conveniente.

... suspeições ou difamações???...

Todos os dias chegam novas notícias de falências e de despedimentos colectivos. Problemas que afectam quase todos os sectores de actividade. Mas, mesmo assim, apesar da banalização das más notícias na área económica, é sempre surpreendente que uma empresa como a Qimonda peça a abertura de um processo de falência. Trata-se de uma empresa de produção de memórias de computadores, ligada a uma multinacional alemã, e com tal pujança que em 2007 ultrapassou mesmo a Autoeuropa como principal exportador nacional. A unidade baseada em Vila do Conde, inaugurada em 1998, emprega 1800 pessoas e a nível da região é significativo também o seu impacto em termos de empregos indirectos.

... c´a Qimonda em processo de... falência!!!...

Surpreende e também assusta este pedido de falência, porque se trata de uma empresa de novas tecnologias, acarinhada desde sempre pelo Governo português como exemplo de investimento de grande sucesso. Assusta porque, mais que do desempenho profissional dos trabalhadores e da qualidade da gestão portuguesa, o futuro da Qimonda depende dos ventos que sopram de fora, dessa crise internacional avassaladora e da crescente concorrência asiática. É um alerta para a importância de inovar sempre e procurar a diversificação.
... à justiça o que é... da justiça!!!...
 
 ...o CIRCO está montado, a difamação ou a suspeição lá vão... entre alternes que não são, males tremendos de que sofrem!!!... Pior ainda no contexto actual... sem alternativa credível, instabilidade política que se perspectiva!!!... Logo agora... em altura de CRISE GLOBAL!!!... Ou não???... Enfim... política à portuguesa!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D