Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

30
Jul08

... quem olha com venda nos olhos... vê pouca coisa, quase nada!!!...

sherpas
Vasco Graça Moura
escritor
Há criaturas que são irremediavelmente menores. Há criaturas irremediavelmente menores que são irremediavelmente neuróticas. Há criaturas irremediavelmente menores e irremediavelmente neuróticas que se revelam irremediavelmente despeitadas. E há criaturas irremediavelmente menores, irremediavelmente neuróticas e irremediavelmente despeitadas que são ainda irremediavelmente ranhosas.
... umas inteiras... outras, não tanto!!!...

São partes gagas patológicas. Mas já se sabe haver desses pássaros bisnaus da política caseira que alimentam o próprio ego com a desmesura de tão acres ressentimentos e não há nada a fazer.

vejo-me ao espelho: a cara
severa dos sessenta,
alguns cabelos brancos,
os óculos por vezes
já mais embaciados.  
... deve ser dos óculos... oh Vasco!!!...

Comandados por burlescas agruras, tanto dizem que as coisas são assim como garantem que as mesmas coisas são assado. Tanto garantem o frito como salvaguardam o cozido. Tanto fazem voto solene de silêncio como desatam a palrar enormidades ressabiadas...
... extraordinária... como sempre!!!...

Ante estas atitudes doentias e outras que, com mais ou menos oblíqua prudência, acabam por ser de sinal semelhante e recentemente também tomaram Manuela Ferreira Leite como alvo das suas observações, a entrevista da presidente do PSD ao Expresso do último fim- -de-semana constitui um saudável exercício de descompressão e um sinal evidente de que ela não embarca nessa espécie de silly season dos pessimistas internos com que se procura diminuí-la poucas semanas depois de ter assumido funções e, ainda por cima, na entrada das férias. "Como calcula, estou muito preocupada...", ironizou sobre alguns destemperos recentes que lhe eram dirigidos.

... quase cinzento... de tão escondido, encapuçado, tal como o fado de triste destino!!!...

A entrevista é também uma prova de que Manuela Ferreira Leite tem um timing próprio de que não abdica, seja qual for a reticência de alguns militantes que fingem ainda não ter percebido bem o que se passa, ou o alvoroço anti-PSD que está já a comandar alguns movimentos tácticos do Partido Socialista ao mínimo gesto que ela faça ou à mínima frase que profira.
... continua às voltas... sem rumo, sem sumo!!!...

Com a franqueza e a segurança habituais, Manuela Ferreira Leite vai dizendo o que pensa das políticas falaciosas do Governo e de um modelo de desenvolvimento "que está absolutamente esgotado", bem como acentuando a necessidade imperativa de se conhecer com clareza e rigor toda uma série de dados cruciais para a avaliação de muitos dossiers tornados emblemáticos desta patética governação, numa altura em que a maior parte dos pressupostos em que eles assentavam falhou ou se alterou em termos muito negativos.
... enfim... é um artista português que vive da e... para a política, fazendo traduções de vulto, escrevendo alguns poemas, com benesses imensas ao longo do seu percurso de vida!!!...

De passagem, vai recusando caudilhismos, vai desmontando com firmeza as campanhas de indignidade que do lado da maioria socialista já se esboçam contra ela, vai apresentando a sua concepção sobre o papel do Estado no tocante às funções da soberania e em certas áreas em que pode modular-se com o da iniciativa privada, de modo a alcançar uma maior justiça social e uma maior eficácia.

Ela diz as coisas com simplicidade e sem arrogância teórica.

Vai também caracterizando as suas propostas políticas como actos de uma profunda seriedade compartilhada com os elementos da sua equipa e que acontecerão no momento próprio: "Com certeza que tenho uma equipa, na direcção do partido, no Gabinete de Estudos e no Instituto Sá Carneiro, estruturas em que apostei fortemente. Vão trabalhar de forma muito profissional, basta ver os nomes escolhidos para se perceber que vai ser algo de muito sério."

O que os portugueses precisam de ler, ouvir e meditar neste momento é exactamente isto. Precisam de saber que para Manuela Ferreira Leite a política implica o trabalho de uma equipa profissionalizada e competente, desenvolvido sobre dados fiáveis e honestos, e não um espectáculo de piruetas de circo ou uma série de balões vistosamente atirados para o ar, independentemente da sua nenhuma consistência ou viabilidade programática.

Restaurar a credibilidade do PSD é apresentar o partido como capaz de pensar e de enfrentar a situação do País sem improvisações demagógicas e sem aldrabices mediáticas.

É apresentar o partido como capaz de falar verdade ao País e de mobilizá-lo para sair da mediocridade. É apresentar o PSD como um partido que acredita em si mesmo para que o País também o faça.
... in DN!!!...
 
... a triste "façanha" foi há tão pouco tempo... oh Vasco!!!... Realmente, da mediocridade... sairam todos os parentes, amigos e compadres dos companheiros alaranjados, por influências e compadrios!!!... Asneiras económicas... nas negociatas de truz, foram mais que muitas!!!... Arranjinhos e COISAS extraordinárias... inda agora se fala delas!!!... Credibilidade, creio que não tem nenhuma... a "velha" senhora!!!... Independentemente do aspecto exterior, bonita para tantos e tantos... também não sou grande coisa quanto a belezuras, mais em relação ao partido que se esfuma tal como o parceiro da aliança:
- quem ama o feio... bonito lhe parece!!!... Também há quem diga que " cá se fazem (... banqueiros e empresários de sucesso garantido" boa gente e afinada, nada medíocres, fartos e bastos!!!... ) e... cá se pagam!!!... Enfim... opiniões, quem as não tem???... Sherpas!!!...
... à portuguesa!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D