Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

29
Fev16

... logro... abissal!!!...

sherpas

... imensidão,

olhar que não abrange tudo,

toalha líquida, impressão,

quanta dúvida, pretensão,

sonho, recordação,

grande parte do MUNDO,

suspiro profundo,

ambição,

 

 

impedimento,

ao princípio,

fim de tudo, fim do MUNDO,

monstros assombrosos,

medos tão grandes,

fronteira inacessível,

quão incrível,

fúrias que continham,

indecisos, receosos,

respeito pela inclemência,

 

 

bem à beirinha,

sem grandes aventuras,

alguns sonhos, escassos conhecimentos,

sempre presente,

única saída,

muitas agruras,

 

 

pensamento constante,

no cimo da frágua,

consultando canhenhos,

cartas, registos,

ideia que s´enquista,

pensando mais além,

para lá da toalha líquida,

uma fuga, uma fugida,

 

 

avanço, recuo,

a pouco e pouco,

tresloucado,

iluminado, não louco,

 

 

fainas piscatórias,

naves maiores,

ida, com terra à vista,

ventos, marés,

pequena conquista,

 

 

velas, cordames, vetustos,

bem fortes, robustos,

cautelosos, perante,

viandante racional,

pertinho do local,

 

 

fomo-nos familiarizando,

continuando, continuando,

sob espertas personalidades,

mais longe, nos propusemos,

tudo conseguimos, fizemos,

 

 

sacrifícios, muito denodo,

contactámos um TODO,

demos MUNDO, fomos TUDO,

mar foi nosso, caminho adentro,

viagem interminável,

heróis, santos, conquistas,

longe do cantinho, longe das vistas,

 

 

quanta entrega,

quanta aventura,

história tão rica que perdura,

sobrevivência dum POVO,

navegadores, pescadores,

frotas, nosso orgulho, grande valia,

mestres, paixão,

grande empatia,

prolongamento,

aproximação,

quando éramos uma NAÇÃO,

soberanos e soberania,

início da globalização,

 

 

quanta,

quanta exploração,

coisas boas,

coisas aberrantes,

tanto agora, como dantes,

inconvenientes,

sofrimentos,

apagamentos, pobres gentes,

desfocação,

foi-se a grandeza,

ainda queda a ilusão???...

 

 

... oh mar,

mar salgado,

quantas das tuas águas

são lágrimas de Portugal ???... Sherpas!!!...

 

 

18
Fev16

... quando acordei!!!...

sherpas

... hoje, acordei inglês,

lembrei minha primeira vez,

viagem a Inglaterra,

depois de percorrer boa parte da Europa,

passagem, de barco, para a ILHA,

agora, já se vai por terra,

TUBO por baixo do CANAL,

deixou de ser, continuando sendo,

simples cordão umbilical,

 

 

não abdicando do que são,

orgulho NACIONAL,

“PROUD” lhe chamam,

quando se convencem, quando clamam,

país da LIBRA, da rainha,

do conservadorismo,

como uma pinha,

 

 

alguns laivos de modernidade,

músicas que são encanto,

berço dos que foram, que são,

como NAÇÃO, criativos, seus filhos,

imaginação,

grandezas, baixarias tremendas,

poucas emendas,

 

 

sairam,

ficando em qualquer recanto da TERRA,

comunidade que se mantém,

preito,

indo pela esquerda,

na condução,

mui subtis, mas infernais,

bons, maus exemplos,

quando se trata de KAPITAIS,

 

 

cidade que muito aprecio,

população cosmopolita,

que nos agrada, cativa,

peixe e batatas fritas,

bifes, em casas apropriadas,

longas avenidas,

parques, museus, catedrais,

muitas, variadas,

 

 

teatros antigos,

Shakespeare,

todo um tratado literato,

dramaturgo, ficcionista,

densa, complexa lista,

 

 

auge do bem representar,

do bem saber escrever,

profícuo,

iníquo,

comparando com outros,

tão ou mais,

origens diversas,

comuns,

não adversas,

 

 

travessia ventosa,

fria, custosa,

de Calais para Dover,

condução diferente,

outra gente,

 

 

parque de campismo,

imediações da grande urbe,

completamente extasiado com o que via,

ainda sinto a emoção,

grande avenida, Oxford Street,

armazéns em borbotão,

 

 

roupas, adereços diversos,

calçados tão dispersos,

multidão,

pouco dado, não entrava,

aguardava,

ia vendo,

apreciando,

de pé ou sentado,

 

 

quando, num banco,

conversa casual com um senhor maior,

indígena, tá bom de ver,

usando meu palrar deficiente,

consegui fazer-me entender,

fraco conhecimento,

rudimentos de liceu,

o inglês, muito meu,

 

 

contacto proveitoso,

início do que faria, em qualquer país,

como quem diz,

fazendo-me perceber,

fraca ferramenta,

quando não se tem,

tudo se inventa,

 

 

um gesto que surge,

um sorriso,

entendimento perfeito,

sempre à mão, sempre a jeito,

um primor,

sim senhor,

 

 

hoje,

hoje acordei inglês,

recordei minha primeira vez,

cidade amor, cidade paixão,

minha ilusão,

 

 

com chá, com simpatia,

mui enfaticamente,

meu trato, compreensão,

tinha sido capitão,

 

 

era pai de professora,

vivia em Dover,

agora, reformado,

dos barcos que atravessavam o canal,

tal e qual,

 

 

na despedida, com aperto de mão,

com convite,

aquando do regresso,

aceitação,

 

 

não concretizada,

o tempo... passa!!!... Sherpas!!!...

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D