Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

15
Dez07

... democracia participativa???...

sherpas

 

 

… numa democracia de facto, regime aberto e plural… conta o colectivo, (deveria) toda e qualquer pessoa, equidade perfeita quanto a direitos, deveres, liberdades e garantias, educação ao alcance de cada um, saúde abrangente, justiça cega, sem inclinações, segurança social eficaz, sem malabarismos!!!… Convenhamos que nada disto se tem passado, nunca passou, falhas que ainda vigoram por causa de partidos que se transformaram em vias de ascensão para colocação de alguns, oportunidades de estadão, famílias esquisitas ao sabor dum cartão, duma organização oculta, despiciente talvez… em relação aos que utiliza, calca, como sempre!!!... Por experiência própria, por vivências de há muito, por estórias bem presentes… rejeito o culto da personalidade respeitando quem merece, não aplaudindo tresloucadamente quem quer que seja, indivíduo poderoso, rico de rebentar, político de pasmar, futebolista de artes tamanhas, cantores de vozes retumbantes, pintores de obra esbelta, escultor de apreciar, bailarino leve, airoso, manequim de olhos formosos, corpo esbelto de endoidecer, atleta que bate recordes, escritor de fina pena, intérpretes de todos os dramas, de tragédias, de comédias, varredores com seus vasculhos, construtores de prédios bem altos, arquitectos com inventiva, polícias que se respeitam, generais de muitas tropas, guerreiros esforçados, heróis (???...), tantos vivos, tantos mortos, agricultores nos seus hortejos, pescadores em mares bravios, exploradores de desconhecidos, investigadores do que se pretende, cientistas com obra de mérito, diplomatas que nos conduzem, induzindo, pensadores que tanto pensaram, inéditos de todas as COISAS, tantos méritos, tantas honras, presidentes, ministros, conselheiros, assessores, sapateiros quase inexistentes, carpinteiros de fina talha, ferreiros junto da bigorna, operários de muitas empresas, sei lá eu!!!… Conjunto aflitivo pela diversidade de caras, de corpos, de cores, de jeitos, de sabores díspares, complexos, inclinações que muitos tenham, indigentes, diminuídos, sábios com excedentes, miséria de tanta gente, memória de quem se esquece, de quem passa como desgraça, de quem fenece mal aparece, sãos, doentes e loucos, complexidade da humanidade!!!... Toda ela me merece respeito profundo, pasmo, admiração… digna de todos os direitos, com deveres mútuos, obrigações, harmonia que deveria coexistir no espírito de cada um!!!... Porque falha nas aberrações que possui, que se alçam e sobressaem… não os idolatro, rejeito, mal de todos os males, grande mácula, defeito!!!... Sherpas!!!...

 ... deixa-me rir, chorando!!!...

13
Dez07

... dos fóruns... pr´aqui!!!...

sherpas

 

... foto de Miguel A. Lopes!!!...

... acrescentaria mais... minha amiga, não desfazendo do trabalho feito em benefício do Tratado disfarçado de Reformador, sem alguns símbolos mantendo-os ainda, depois de assinado foi história, passou!!!... Com alguns burilamentos ou alindamentos, não deixa de ser o que os mais fortes pretendem, Europa a duas, três ou quatro velocidades, consoante território e população, peso na economia sem fantasia, "indo a lo grano", sem mais!!!...

... em relação ao nosso cantinho, depois do feito
... o REFERENDO que se impõe por várias razões, entre as quais:

1 - reconciliação dos políticos com os eleitores.

2 - políticas claras e transparentes, mais abrangentes.

3 - aproximação da Europa aos Europeus, conhecimento completo do que se desconhece.

4 - afastamento de qualquer dúvida ou mau pensamento a respeito dos cozinhados.


5 - algum trabalho positivo dos eurodeputados... face aos seus concidadãos, esclarecendo-os.

6 - mostrar que o que é bom
... não teme nada nem ninguém.

7 - praticar a DEMOCRACIA verdadeira... não encoberta e envergonhada.

8 - dar a entender que a Europa não
é... dos ricos e dos políticos, somente.

9 - mostrar a nossa maturidade política...
logo após uma escolha, sem imposições.

10 - sentir-me bem Europeu... pelo menos uma vez, creio. Em matéria de direitos fundamentais...
bastante importante.

... etc, etc, etc...

... expectante, como sempre!!!... Sherpas!!!...


 



13
Dez07

... festança rija... em Belém, na Expo também!!!...

sherpas

O PSD reiterou o seu desejo por uma ratificação por via parlamentar do Tratado de Lisboa, documento que será assinado esta quinta-feira no Mosteiro dos Jerónimos.

Ouvido pela TSF, o presidente social-democrata explicou que o primeiro-ministro «tem o direito de escolher a altura apropriada e as circunstâncias que considere aconselháveis para fazer» a opção pelo referendo ou não.

Luís Filipe Menezes frisou que não fará nenhuma «guerra partidária» deste assunto e disse mesmo que a «menos de 24 horas da assinatura do Tratado de Lisboa não me levará a que faça críticas ao governo do meu país».

«Estou muito satisfeito com a presidência portuguesa», concluiu o líder do PSD.

Já o CDS remeteu para 19 de Dezembro uma decisão sobre se irá apoiar o referendo ou não ao Tratado Reformador europeu, uma decisão que Paulo Portas assegurou que será tomada «dentro de casa».

O líder centrista adiantou ainda que só depois de emitida a decisão do seu partido é que Portas falará sobre o compromisso eleitoral de Sócrates a este respeito e acha que este se deve manter.

Por seu lado, o Bloco de Esquerda entende que a promessa eleitoral de levar o Tratado de Lisboa a referendo deve manter-se e que caso isto não aconteça a única solução é o levantamento de uma moção de censura ao Governo.

«Espero que quando anunciar aos portugueses a sua decisão se lembre sempre que está condicionado por esta promessa e por este compromisso, porque a democracia se faz com a responsabilidade do compromisso», sublinhou Francisco Louçã.

O PCP também pretende a realização de um referendo e desde já apela ao "não" a este tratado, já que, na opinião de Jerónimo de Sousa, este documento «não pode ser encarado como uma boa notícia do ponto de vista nacional».

Já o líder parlamentar do PS lembrou que o primeiro-ministro «tomará seguramente a decisão que for mais adequada», mas sempre depois do «fim da presidência portuguesa» da União Europeia, tal como foi indicado por José Sócrates.

... in T.S.F.!!!...

... vai ser assinado o Tratado de Lisboa... nos Jerónimos!!!... Trabalho meritório do Governo Português, mais um passo na caminhada desta embrulhada que se faz chamar agora por UNIÃO, são vinte sete realidades, bem distintas umas das outras!!!... Tendo como justificação a globalização, tal como nos negócios, com as fusões... fortalecimento dos grupos económicos, assim se tenta fazer com este agregado de Países, mais um BLOCO que surge, grande e forte para ter voz, se fazer ouvir, perante...

... sempre me considerei e considero Europeu, português primeiro... sem ser nacionalista irracional, identidade própria que tento manter, apesar de...

... sobre a Europa que alguém constrói, quase me arrepio quando penso que ficamos sob o comando de duas ou três Nações maiores, espécie de directório... País com vontade diluída pela sua pequenez, mais me abespinho quando ela se ergue quase às escondidas, com medo dos cidadãos que a compõem, mais de quatrocentos milhões, dos ricos e dos políticos, como digo, escrevo, penso!!!...

... sem ratificação por referendo... passa-me ao lado, nada me diz!!!... Por via parlamentar... tristeza (para)lamentar, mais uma vez!!!... Agora assina-se o Tratado disfarçado... depois, logo se vê!!!... Festa da rija... ao mais elevado nível, claro!!!... Sherpas!!!...

11
Dez07

... que tratado???... (... dos fóruns... pr´aqui!!!...)

sherpas

... tal como a comunicação social, a "net" só funciona quando quer, mais ainda em determinados espaços, poucos e escassos, onde um cidadão vulgar, que se julga livre... pretende debitar seus pensamentos, sobre situações e factos, de vulto ou comezinhos, escrevendo o que lhe vai na alma, no pensamento sobre o País que o viu nascer, sobre a Europa que conhece, sobre o que gostaria que fossem, plurais e democráticos nas suas várias vertentes!!!...

 

... lá para o meio da semana, com pompa e circunstância, vai ser assinado o Tratado de "Lisboa", à toa... grande cozinhadela que se faz, ao arrepio das populações, políticos servindo ricos, vitória portentosa do capital, da economia dura e pura, dos monopólios de espantar, dos grandes grupos de rebentar, do dinheiro que tapa e esconde éticas e valores, fazendo dum cantinho com mais de oito séculos de existência, simples parcela quase sem voz, ao sabor do que lhe queiram dar os poderosos, bárbaros nórdicos do passado, forrados de agora!!!...

 

... como indivíduo que  gosta de se debruçar sobre estas COISAS, tenho e ponho dúvidas sobre o que nos impõem... está aí, contra povos, contra fracos, tipo federação económica, lamentável cópia da "maior" democracia do Mundo, com tantos pontos débeis e despropósitos que não servem de exemplo a ninguém!!!... Vão construindo o que bem entendem... não dão cavaco a ninguém, atiram tapas para os olhos de todos, catalogam-nos como ignorantes, de baixo ou nenhum valor… estes iluminados do momento!!!...

 

... tenho pena de não ser devidamente esclarecido pelos "sábios" que rejeitam todo e qualquer tipo de auscultação aos europeus, ainda assim não surja o NÃO, como na Holanda e na França de então que interrompeu, por uns tempos, a caminhada desta "tropa" (27) que se consola mutuamente, servindo os da "grana, com vontade tamanha, uns na maior, pondo e dispondo... outros, não tanto!!!...

 

... privilégios que tínhamos vão pelo cano abaixo... passámos à segunda divisão, passaremos se nos conformarmos!!!... Na primeira e com espavento, os mandantes pelo número de habitantes, pela participação mais avultada, as elites, os ricos e seus serventes… pouco prestativos mas convictos, assim pensam, assim procedem!!!... Valha-me Deus... não contarão os Países, contarão os mais ricos, deixaremos de ser iguais perante… simples verbos de encher, cavando sepultura própria com as nossas mãos, lugar que se repete e não se condói, palco do nosso sacrifício colectivo, doutros como nós, nobre pelos factos históricos que evoca… mosteiro dos Jerónimos, emblemático mas… não sintomático, poderiam, pelos vistos e pelos feitos que se aproximam, escolher o Panteão Nacional!!!...

 

… sobre alguns “mimos” com que me tenciona brindar, de raspão… oh caro _______, poderei ser Céptico porque desconfio dos ajuntamentos que se fizeram nesta última Presidência Portuguesa, trabalho positivo, mais uma vez, recordatório doutros feitos  de Guterres e de Mário Soares, na continuidade… realidade indesmentível, partido político com jeito diplomático mais que provado, consensual e permissivo, disfarçado e sem rosto SOCIAL,  pela conjuntura negativa em que navega, graças aos dos desmandos exacerbados, pelo défice que não baixa, pelas contas que se não consolidam, por enquanto!!!...

 

… nunca por nunca, nem brincando meu amigo, CÍNICO… atributo que não possuo, não está em mim, coração aberto, na ponta dos dedos quando escrevo, na ponta da língua quando falo, um pouco angelical, cândido, talvez em demasia quando mostro o que sou, tal como sou!!!... Comparativamente com os cínicos de verdade, espécie de S. Gabriel… não a nau do Vasco da Gama das descobertas, o santo mesmo sem ser praticante, acreditando numa força imensa a quem as religiões apelidam de DEUS, minha força, meu rumo, meu destino!!!...

 

… ainda há pouco, quando recordo elementos desajustados que invocavam e aplaudiam guerras e matanças, votados agora, por inteiro… aos mais carentes, nossos irmãos africanos, à salvação da TERRA que ajudaram e ajudam a destruir, os considero CÍNICOS de corpo inteiro!!!... Congeminações minhas, meu amigo… não ligue!!!... Abraço do Sherpas!!!...

 

09
Dez07

... dia contra a... corrupção!!!...

sherpas

"Pela resolução 58/4 de 31 de Outubro de 2003, a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou 9 de Dezembro como Dia Internacional Contra a Corrupção. Esta decisão foi tomada com a finalidade de aumentar a sensibilização relativamente à corrupção, bem como ao papel que pode desempenhar a Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção para a combater e prevenir.

Portugal, à semelhança da generalidade dos países, ratificou esse instrumento internacional, cujo texto foi publicado no Diário da República de 21 de Setembro.

Neste Dia Internacional Contra a Corrupção, a Polícia Judiciária (PJ), a Direcção-Geral das Contribuições e Impostos e a Inspecção-Geral de Finanças procuram sensibilizar o público para esta temática, através de «uma mensagem de prevenção acompanhada de um apelo à cidadania responsável e participativa».

As três entidades organizaram uma exposição itinerante denominada Contra a Corrupção: Integridade e Transparência, que foi inaugurada em Maio no edifício sede da PJ, em Lisboa, e passou pelo Porto, Braga, Faro, Évora, Setúbal e Coimbra.

O encerramento oficial da exposição decorrerá segunda-feira no átrio do Ministério das Finanças e da Administração Pública, em Lisboa, com a presença do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Amaral Tomás, e do secretário de Estado adjunto e da Justiça, Conde Rodrigues.

Os cidadãos em todo o mundo consideram que partidos, parlamentos, polícia e tribunais são as instituições mais atingidas por uma corrupção quotidiana generalizada, segundo um novo relatório da organização não governamental com sede em Berlim Transparency International (TI), publicado na quinta-feira.

O relatório da TI, denominado O barómetro da corrupção global em 2007 e que incluiu inquéritos a 63 199 cidadãos de 60 países de todo o mundo, incluindo Portugal, indica que cerca de 70% dos cidadãos consideram os partidos políticos as instituições mais corruptas.

De acordo com o documento, 2% dos portugueses inquiridos admitiram ter pago subornos para ter acesso a um serviço.

Quando inquiridos sobre qual o sector mais afectado pela corrupção, 4,1% dos portugueses afirmou ser o político.

Lusa / SOL"

... entre OUTRAS instituições, claro!!!... As pessoas fazem os partidos, os ditos... fazem o País que lhe é entregue aquando das eleições!!!... Depois surgem, no meio de tanta m.... as mosquinhas conhecidas, corruptoras e sedutoras, corrompidas também num carrossel alucinante!!!... Concluindo e resumindo... a sociedade das democracias Ocidentais deixa muito a desejar!!!... Do mal... o menos, há bem pior nos terceiristas, é evidente!!!...  Chiça!!!... Sherpas!!!...

09
Dez07

... uma família com... montes de problemas!!!...

sherpas

 

... com a devida vénia ao... Semanário SOL!!!...

... conseguirão o que se propõem quanto ao fluxo migratório dos africanos para a União, quanto ao cartão azul, elementos devidamente habilitados, quanto aos negócios que tentam firmar e... numa vontade "minimalista," combater os atentados aos direitos humanos, travar as matanças que foram e são promovidas pelos que vendem armamento em qualquer recanto do Continente Negro, fazer com que sejam tratados como verdadeiros irmãos???... Duvido!!!... Os interesses por dinheiros, matéria prima, exportação de excedentes, importação de petróleo e minerais nobres... continua, com desfaçatez e hpocrisia, creio!!!... Mais uma CIMEIRA com discursos, jantaradas, fotografias e... boas e santas intenções!!!... Alguma COISA ficou!!!... Enfim!!!... Sherpas!!!...

08
Dez07

... não sou advogado!!!...

sherpas

… não sou advogado, não me meto com eles, gente de temer porque, admito… sabem-nas todas (… as leis, claro!!!...) dão-lhes as voltas que mui belamente entendem, fazem dum criminoso um santo, com provas dadas, dum inocente podem fazer um canalha, por ínvios caminhos, atalhos que tomam na legalidade que manobram, fazedores daquilo que por cá, ainda se não pratica a contento, a justiça!!!...

 

… bem pagos pelos serviços que prestam, têm ilibado de culpas corruptos, assassinos, gatunos de vulto que continuam vidas limpas por interposição e interpretação das leis que vasculham e aplicam quando julgam, acusando ou defendendo, advogados mais altos, juízes que deles vieram, os tais arguidos, presumíveis inocentes protegidos por leis que manipulam!!!... Passeiam-se com à vontade nos meandros desta democracia de quem tem e se escapa, de quem não tem e paga por todos!!!... Foram e são políticos de eleição além da magistratura que pouco praticam, quando tal acontece relegam para plano secundário sua formação, por vezes!!!... Reúnem-se em grupos sob comando dos mais astutos nos escritórios em que se congregam, agregam, novos e velhos, estratégias de peso… PODER e DINHEIRO, leis em catadupa, processos que consultam, arrastam e produzem, resolvem ou arrumam sob a mesma batuta, dos mais badalados, nomeados que são!!!...

 

… gente com posses tem justiça favorável garantida, com culpas ou sem culpas… tem sido assim!!!... Há regras no jogo, há comando sobre todos… magistrados mais altos nos cargos que ocupam, tribunais banais, de recursos ou supremos até, com luxos e pendores, de trapo no pé, CASOS que dão brado, outros que não!!!... Donos de tudo, acima do Mundo, monopólios que defendem, resmas de grana, projecção infinita… nos que muito para além dos pobres mortais se mantêm, ainda mais quando políticos e activos, promíscuos que são nos rendilhados do milhão atractivo e cativo que os segura nesta luta insana, tamanha!!!...

 

… têm regras que cumprem, com bastão e com ordem… posição eleita por todos eles, ainda agora cerca de vinte e cinco mil, como outras profissões acima da média, um bastonário que fala, que rege, que dá a cara, que publicita, que orienta e enfrenta outros poderes, que tenta conter, suster os inscritos, abrir portas a mais ou menos pretensos confrades, que limita ou aumenta cursos, formações, estágios, escritórios com a devida bênção, seu apanágio entre outros!!!... Pode ser que me esteja a exceder… não estou bem ciente das linhas com que se rege tal fauna que se entrega de alma e coração a tudo que é lei, a tudo que vai a favor ou contra ela, que está ou não nos conformes!!!...

 

… sei que se digladiavam, pouco antes deste evento eleitoral… se digladiavam muito antes, que estava mal, que não estava bem, bastonários carismáticos, pragmáticos, enigmáticos, indefinidos, populista e diferente o actual, o presente, pelo dizer dum que já foi, Dr. Júdice ex-muitas coisas, agora gestor da frente ribeirinha de Lisboa, descontente com a escolha do seu colega, o eleito Dr. Marinho!!!... Entre Mussolini e Hugo Chavez, passando por uma espécie de Rastignac de pacotilha, personagem de Balzac, auspício negativo, que vai desfazer a profissão (???...) uma série de “mimos” sobre quem enfrentou num debate de há pouco que, por acaso não vi, nem ouvi, que lhe aconselha contenção nos impulsos, bastonário que promete meter a boca no trombone sobre escuridões e corrupções passadas entre sociedades de advogados, negócios esquisitos  

 

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1313082&idCanal=62  … colocar a nu… o que tem estado mal vestido, embora com roupagens de maravilha para quem usa e partilha!!!...

 

… nestas COISAS que poderão, a curto prazo… clarificar situações, ainda mais no campo da justiça que não temos tido, há sempre temores de quem foi, de quem esteve imiscuído, de quem pactuou, sendo, como foi… bastonário da Ordem, tendo, como tem, escritórios de advogados às voltas com negócios de alto gabarito, abastanças que espantam os mais comezinhos!!!...

 

… espero que não dê “plof” como uma certa esperança que tinha… sobre o Apito Dourado e a Casa Pia entregues que foram à magistrada Maria José Morgado, (respeitando) depois da reviravolta espectacular, um acalmar profundo do que se esperava, (???...) arrastamento que continuou, continua!!!... Expectante, como sempre… em relação ao novo bastonário, populista ou não, com tiques revolucionários, impositores, com pacotilha ou não, que haja decência, muita transparência, que venham a lume escândalos de então, que haja justiça igual para todos, equidade verdadeira, democracia por inteiro!!!... Os que foram… já não são!!!... Sherpas!!!...

06
Dez07

... deviam estar... atrás das grades!!!...

sherpas

A eurodeputada Ana Gomes defendeu que muitos dos líderes africanos que vão estar presentes na cimeira UE-África, de sábado e domingo, «devia ser presos».

Na opinião desta parlamentar socialista, estes líderes africanos deveriam estar atrás das grades pela «desgovernação e pela repressão que representam nos seus países».

Entre estes líderes, segundo Ana Gomes, deveriam estar o presidente do Zimbabwe, Robert Mugabe, e o líder da Etiópia, Meles Zenawi, mas a eurodeputada não esqueceu também as excepções.

«Alguns são bons exemplos que provam e um deles que se destaca obviamente no mundo lusófono é claramente a representação de Cabo Verde que é um país exemplar», recordou.

Ana Gomes explicou ainda a importância da conferência sobre Direitos Humanos organizada pela Amnistia Internacional em que participa esta quinta-feira e que participam «defensores dos direitos humanos».

«São pessoas que nos seus países, em condições dificílimas, arriscam as vidas e a prisão para defenderem os direitos humanos e para se bater por uma governação aberta que preste contas», lembrou.

... in T.S.F.!!!...

... tal como muitos líderes europeus, asiáticos e... americanos, pelos mesmos direitos humanos que não respeitaram!!!... Tristeza!!!... Sherpas!!!...

 

 

04
Dez07

... o planeta precisa... com urgência!!!...

sherpas

 

4 de Dezembro de 2007, 09:10

Pedro Rosa Mendes, da Agência Lusa

Denpasar, Indonésia, 04 Dez (Lusa) - A União Europeia quer iniciar em Bali um "roteiro para o clima" que permita garantir que daqui a dois anos é assinado um novo acordo global para reduzir as emissões poluentes.

Em declarações à agência Lusa, o principal representante da União Europeia na conferência das Nações Unidas sobre alterações climáticas referiu que este encontro "não é o fim de alguma coisa, é o princípio de um caminho".

O principal objectivo da UE é começar em Bali a definição de um "roteiro para o clima" que permita, nos próximos dois anos, garantir a assinatura em 2009, na Dinamarca, de um novo "acordo global e abrangente" sobre emissões de gases depois de 2012 - um acordo que substitua o Protocolo de Quioto.

Nuno Lacasta, que lidera a delegação interministerial portuguesa como coordenador do Comité Executivo da Comissão de Alteração Climática, é o principal interlocutor das posições da UE na conferência de Bali, uma vez que Portugal ocupa actualmente a Presidência da União.

Para este responsável, o binómio energia-clima é "o centro da nova política comunitária".

"A energia e as alterações climáticas constituem uma emergente política comunitária", declarou à Lusa o chefe da delegação portuguesa à 13ª Conferência Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (UNFCCC).

Para Bruxelas, é essencial conseguir que o aquecimento global não ultrapasse os dois graus centígrados acima da temperatura da era pré-industrial.

Para que isso seja realidade, a UE insiste que as emissões de gases com efeito de estufa devem atingir um pico nos próximos 10 a 15 anos e baixar depois disso, até 2050, para, pelo menos, metade dos valores de 1990.

Para Nuno Lacasta, a opção europeia é claramente atingir "uma economia global pobre em emissões" de dióxido de carbono, o gás que mais contribui para o efeito de estufa e o aquecimento global.

Delegados e organizações de 180 países discutem em Nusa Dua, Bali, desde segunda-feira e até dia 14 de Dezembro, mecanismos para reduzir a emissão de gases após 2012, quando deixar de vigorar o Protocolo de Quioto.

A UE arrancou para a ronda da UNFCCC em Bali com um compromisso unilateral de redução de emissões em 20 por cento até 2020, em relação aos valores de 1990.

"Este objectivo pode ascender a 30 por cento de redução se houver um acordo internacional envolvendo outras partes", adiantou Nuno Lacasta à Lusa.

"As alterações climáticas vão obrigar, em última análise, a uma mudança de paradigma para atingirmos uma economia de baixo carbono", sublinhou o representante da UE.

"Para a UE, significa que este tema global é tanto um assunto de política interna como de política externa", acrescentou Nuno Lacasta.

Para Bruxelas, a base de um futuro acordo deve continuar a ser o Protocolo de Quioto, a plataforma "central" de objectivos e mecanismos de combate ao aquecimento global.

"O desafio é global e exige uma resposta global", frisou Nuno Lacasta na entrevista à Lusa.

"Podemos estar a adiar a factura se não fizermos nada agora e quanto mais esperarmos mais caro pagaremos", salientou Nuno Lacasta, que lê um bom sinal para a UNFCCC com o anúncio da ratificação de Quioto pela Austrália.

"O facto de a Austrália se juntar à família de Quioto vem provar que é possível crescer economicamente e abordar a questão das emissões".

É também uma convicção da UE que qualquer mecanismo posterior a 2012 "implica liderança dos países desenvolvidos, com esforços comparáveis de redução de emissões".

Constatando que "a UE gostaria que os Estados Unidos da América se juntassem ao compromisso de Quioto", Nuno Lacasta salientou os "sinais positivos" vindos da última grande economia que insiste em estar fora do Protocolo.

Nuno Lacasta apontou o Processo das Grandes Economias que, sob iniciativa americana, reuniu pela primeira vez em Setembro de 2007 representantes de 17 dos países mais industrializados e das Nações Unidas, num encontro sobre Segurança Energética e Alteração Climática.

Os EUA são responsáveis por cerca de 25 por cento do total de emissões de gases com efeito de estufa, à frente da Rússia, China e Europa.

Sobre o tom de urgência em que abriu conferência de Bali, Nuno Lacasta comentou que "a expectativa é proporcional à escala do desafio".

Nuno Lacasta sublinhou também que a conferência de Bali, inserida numa "dinâmica política pura", acontece num ano feliz para o combate às alterações climáticas, com diferentes contribuições para o debate e novas exigências para um novo compromisso global.

"As nossas metas são ambiciosas mas absolutamente necessárias", concluiu Nuno Lacasta.

Lusa/Fim

... deixemos de ser loucos... cuidemos de quem nos acolhe, casa de todos!!!... Sherpas!!!...

 

03
Dez07

... dos fóruns... pr´aqui!!!...

sherpas

… as políticas modernas, na sua plenitude, deram nisso mesmo… na salsada ideológica que se mistura com sorrisos e carinhos, apesar de… tão natural o Puttin, como o Chavez, como a Condollezza, como o Presidente da China, o Mugabe africano, a Merkle dos beijinhos, o Sarkó dos amorios americanos, o próprio Bush e Brown, tantos outros que praticam a democracia ou ditadura encapotada à maneira deles, serem recebidos com toda a pompa e circunstância pelo representante português, obrigação de quem tenta equilibrar o barco que ainda adorna para um dos lados, por feitos e defeitos conhecidos, já não estranho, é a realpolitik no seu apogeu!!!... Além de hospitaleiros sempre nos caracterizámos pela aldrabice do desenrascanço, pela influência dos amigos e compadres, pela jactância do que não tem importância, pela hipocrisia assaloiada, provinciana, pela moleza de decisões face aos mais poderosos, males maiores de que padecemos!!!...

 

… nunca entendi os quartetos, tal como os tercetos, os grupos dos sete ou oito mais ricos, os emergentes que se temem e podem subverter e inverter o estabelecido, a nível económico, meu caro!!!... Agrupamentos para matanças, agrupamentos para usurpação de direitos fundamentais, agrupamentos para promessas irrealizáveis, agrupamentos para consciencialização dos males que provocaram ao planeta que é de todos… falsidades em barda com que nos entretêm, simplesmente!!!... As elites e os eleitos em qualquer quadrante político, em qualquer recanto do Mundo, subverteram honras e dignidades, converteram-se em massa compacta e reles, pensam neles, passeiam e esquecem, dão beijos e abraços, convenceram-se, pretendem mais e mais, renovação do contrato, vida fútil, desporto turístico olímpico que praticam aos olhos de toda a gente, nas viagens sem fim que realizam, visitantes e visitados, comícios, congressos e cimeiras sobre todas as barreiras, sem entraves!!!...

 

… quanto a atitudes bélicas e desaforadas, muitos milhares de mortos, impérios que se sobrepõem, que traçam seus destinos calcando tudo e todos… tendo como motivo o terrorismo, aterrorizando também!!!... Nunca percebi porque não foram devidamente encaminhados para Guantânamo também, julgados no tribunal internacional de Haya, criminosos de vulto, de susto tal como os contrários!!!... Destrinças que não engulo… pela minha estupidez pura e dura quiçá… na tentativa vã de igualar o ser humano nos seus melhores e mais nobres valores, rejeitando tudo o resto, deixando pensadores do século XVIII descansados e em PAZ, consequências negativas das suas teorias enterradas e esquecidas, liberdade, igualdade e justiça com respeito pela maioria (ligeira diferença do filósofo)!!!... Vamos evoluindo e aprendendo com os nossos erros, sou dos que gostam de se dar com Gregos e com Troianos, não admito, não pactuo com enviesados, gosto de ser como sou, meu caro ___________!!!...

 

… muitas vezes se têm de trilhar caminhos agrestes, se têm de engolir sapos, de ouvir e ver palermices de estalo mas, como simples e anónimos, pertencentes ao grande grupo que apostou e deu o aval do seu voto a quem se encontra no PODER… apesar de, há que respeitar!!!... No final da legislatura tudo se apura e julga!!!... Sobre dinheiros, aplicação dos mesmos, venda indiscriminada do que nos pertence… por tuta e meia aos espanhóis, consequência do que muito nos roubaram nas desgovernanças sucessivas em Portugal, ódiozinhos de estimação que mantenho, incrédulo me ponho quando os oiço, esquecidos de todo, falar de alto como se nada tivesse acontecido ainda há pouco!!!... Temos um Parlamento pejado dessas figurinhas que já se deveriam ter descartado… há muito tempo atrás, pensando para meu mal que, qualquer dia, a ignorância dum POVO que liga mais à bola do que à POLÍTICA é capaz de os reconduzir ao POLEIRO, como se nada!!!... Conjecturas minhas, somente!!!... Sherpas!!!...

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D