Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

06
Jul07

... tentativas... vãs!!!...

sherpas
 




... tentativas vãs, no que me respeita... maneira de estar, de sentir, de viver, preocupação constante com a vida dos meus compatriotas, dos cabeçotas, dos sem cabeça, dos que sobem alucinantemente, dos que não passam da cepa torta trabalhando como uns “mouros”, é evidente!!!... Que dá saúde, dizem... que trabalhem os doentes, convictos afirmam os que não acham pêra doce, trabalho físico ou intelectual desgastantes, indiferente!!!... Filosofia de chico-esperto, anedota que se adequa, gíria de rua, doce remanso no descanso, à sombra da bananeira a vida inteira, se possível, maleita bem grave do “fare nadie” a “dolce vita” que se almeja, ilusão ou utopia, herança avultada de pai forrado, futebolista com jeito, prémio avultado do Euromilhões, consequência dos referidos casos, outros acasos que iluminam alguns nascidos com o “dito cujo” virado para a Lua!!!...


... enfim, rodeios e paleios relacionados com a inclinação que sinto por estas COISAS, verborreias insensatas, desajustadas, por vezes!!!... O que mais contribui para a nossa boa ou má vida, independentemente da sorte ou pouca sorte, no âmbito material que se tem, quando se é alguém... crescidinho, homem feito, com ou sem responsabilidades familiares, casado, divorciado, ajuntado, celibatário, viúvo, adolescente em vias disso tudo... sujeito que está (... ele ou ela, claro!!!...) é a “maldita” política feita por elementos com muita ou pouca lábia, os tais convencimentos que nos levam, nos incitam, nos iludem quando nos prometem e não dão, alguma coisinha, apenas!!!...


... por esta razão de peso sempre me senti impelido a participar, como membro activo duma sociedade que se martiriza constantemente, não passa daquilo que é, pouca coisa... desdizendo o que alguns vão dizendo quando não fazem, os eleitos do nada feito, esquecendo quem os elegeu, quem paga impostos, quem augura, quem futura, quem desanima... por vezes!!!... É verdade, nunca fui por futebóis... quando rapaz, como todos, também pratiquei a actividade dando pontapés numa bola de trapo, de papel ou de “catchum” em raras ocasiões, outros tempos mais limitados!!!... Futebolista de bancada, fanático ou tifoso... não depreciando, nulidade absoluta, negação que mantenho, tendo assistido, acompanhando ainda há pouco, grupo de adeptos do Sevilha ao longo de ruas e avenidas de Madride, aquando do encontro final da Taça do Rei contra o Getafe!!!... Achei piada, entrei na conversa, fiz galhofa com alguns, aceitaram os meus dichotes, levaram para a brincadeira, também!!!... Fui até ao Santiago Barnabéu, confluência dos milhares e milhares de seguidores dos dois bandos que se iriam confrontar, confusão geral, paroxismo total, parafernália mirabolante... electrizante, incomodativa para quem nunca foi habituado, como eu!!!...


... também não me seduz o coxixar constante sobre vidas alheias, o diz-se que diz... “vateirice” lhe chamam em determinadas regiões de Portugal, parlapiés relacionados com corações e amores, separações e ajuntamentos, segredinhos de alcova, barriguinhas à mostra, carinhas larecas, corpinhos de tanga, bem justinhos e formosos, tudo no sítio indicado com alguns deslizes que dão brado, provocam notícia tipo cor-de-rosa, vendem revistas coloridas, fases garridas de certas vidas ocas que lucram, dão a ganhar também!!!... Por alguma COISA me havia de interessar... logo a política, sem ser político, por azar!!!... Se o fosse, como todos os que conheço... enviesaria o rumo que me propus, seria trafulha, pomposo e animoso, tacanho e madraço, figura de proa, COISA à toa, não seria boa certamente, agulha em palheiro, Diógenes repetitivo com candeia acesa, em plena luz do dia, em busca do homem verdadeiro, neste CASO... do político por inteiro, claro e transparente, pedacinho de gente (???...) impossível de se ver, por se acaso!!!...


... esteja onde estiver, fale com quem falar... mais tarde, mais cedo, tenho de descambar, sou levado pela corrente de palavras que se me desatam, falo do que me sustenta, oxigénio que inspiro, água pura da fonte, alimento que me anima, busca da verdade, Mundo perfeito que rebusco, justificação que não encontro na política interna, acontecimentos recentes, externa também, consequências positivas ou negativas, notícias na berra, da PAZ, da GUERRA, da RELIGIÃO, do TERROR, do TEMOR, da ESPERANÇA que se não alcança, comparo e reparo, acuso o difuso, contrario quem me enfrenta, aplaudo o que diz quando em conformidade comigo, anuo e aprendo... entendo, ainda assim!!!... Disso e de muito mais falei com um sevilhano, em pleno Paseo del Prado... sentados num banco cómodo, sob a sombra de árvore imensa, no dia seguinte ao partido da Taça do Rei!!!... Homem para a minha idade, fardado com as cores do seu clube... satisfeito pelo resultado, tinha ganho ao Getafe, junto dum rapaz mais novo com os mesmos trajes garridos, clubísticos, quando me sentei cumprimentei e dei parabéns pelo resultado obtido!!!... Foi o início de conversa que se arrastou por mais de duas horinhas plenas, batendo todas as teclas... futebóis, fanatismos, comportamento de “claques”, passando pela situação política de Espanha, de Portugal também, como membros efectivos desta Europa que nos foge, que lhes estende o tapete vermelho a eles, adversos que estamos em termos de evolução, integração, continhas certas, desenvolvimento de Mercados, situação social e outras COISAS que tal!!!...


... que era médico de profissão, quando lhe disse que, antes de estar reformado, tinha sido professor do ensino básico... actividades difíceis de suportar pela incompreensão de toda uma sociedade que anda desamparada, que ainda não sabe que fazer com a liberdade que obteve, disparates que comete, desrespeito contínuo por quem a equilibrava, por quem a consertava, por quem a ia construindo, formoso edifício à base de entrega e canseiras várias, ele e eu entre outros, basilares suportes do que se derrubou, continua arruinando impunemente, perante olhos atónitos de quem repara!!!... Que ainda pensou vir para Portugal exercer a medicina, população que mantém ainda valores e respeitos, segundo ouviu falar a colegas seus que por cá vão vivendo!!!... O tempo foi-se passando, em Sevilha ficou... cidade tão diferente daquilo que era, vida de rua ao longo dos anos, convívio e amizade com umas tapas pelo meio, touradas e flamengos que não admira, não partilha desses gostos, local perigoso pelos emigrantes que se instalaram, grupos que roubam, que colocam algumas dúvidas na sociedade incerta que se vai formando, dizia!!!...


... dual em tudo, nas equipas de futebol, nos bairros separados pelo rio, nos gostos variados, nas crenças religiosas, nos pendores das virgens de eleição, nas touradas que apreciam ou depreciam, no flamengo que dançam ou detestam, no que vão perdendo pela globalização... mescla de raças que a torna cosmopolita, estranha para os naturais como ele, como outros mais que ainda a recordam, a choram quando a lembram noutros tempos mais calmos!!!... Mundo confuso, insegurança em que vivemos, culpa de dirigentes políticos, Inglaterra que veio à tona da conversa... corsário Drake que não esquece, saques constantes de naus espanholas, Armada Invencível dizimada, través de Gibraltar que custa engolir, desilusão pela política, adepto que era do Filipe Gonzalez, España una, indivisível, ETA no País Basco, Catalães que não chupa, convencidos que são, continuava!!!... Como convidado em terra estranha, ia assentindo... lembrando e esquecendo o Manuel Godoy, a Guerra das Laranjas, as terras de Olivença, nossa pertença!!!... Desiludido pela política, sem ser fanático... dedicou-se a uma equipa de Sevilha, ao futebol que assiste, que vive, aos amigos com quem confraterniza quando incita, escolheu outro cenário, simples entretenimento!!!...


... lembrei-me desta passagem, desta conversada em Madride, no Paseo del Prado porque, comparando, indeciso... não consigo inverter este meu gosto, grande desgosto, pela político interna e externa, não me consigo abstrair do que se passa, não me consigo refugiar noutra actividade que me preencha hábitos antigos adquiridos de há muito!!!... Felizardo do Sevilhano, “incha” do Sevilha, conversador de estalo... bom pedaço passado!!!... Enfim!!!... Sherpas!!!...

 

06
Jul07

...negócio da... China!!!...

sherpas

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/A4QG9ojQevgY5p0HUCSAwg.html

 

 

... está em todas, na PT, no BCP, no CCB, no Benfica, nos hotéis, nas vinhas de valia... e os Chineses, também (...quanto ao Benfica se refere!!!...) fazendo dinheiro sobre dinheiro, especulando com conhecimento e jeito!!!... Não é defeito... herói português da modernidade actual, tal e qual!!!... É o que está a dar... trabalhando, não se vai a nenhum lugar!!!... A política, também dá alguma COISA... desde que devidamente encostados ou sujeitos a estes, os dos dinheiros, claro!!!...

 

 

... bah!!!... Sherpas!!!...

06
Jul07

... acabar com... o resto!!!...

sherpas

Acabar o que ficou a meio


Gina Pereira

Foi em ambiente de grande descontracção e alegria que Carmona Rodrigues, ex-presidente da Câmara de Lisboa, apresentou ontem, a bordo de uma fragata atracada na Doca do Espanhol, o seu programa de candidatura às eleições de 15 de Julho. A notícia de que o chamado processo EPUL - em que Fontão de Carvalho, seu ex-vice-presidente e número 17 da lista, era um dos acusados (ver pág. 23)- foi arquivado, não podia ter surgido em melhor dia. E foi várias vezes invocada pelo candidato para defender que estas eleições não se justificam.

"Tivesse havido vontade política dentro do PSD, não havia razões para a Câmara cair", disse, apontando o dedo "às várias pessoas e aos vários partidos" que "contribuíram para um ambiente de instabilidade criado artificialmente". "Hoje percebe-se que havia uma vontade de nos querer tirar da Câmara", disse Carmona, sem nunca citar nomes, mas desafiando os que os acusaram a "virem dar a cara e a assumir a sua quota parte de responsabilidade nesta crise".

"Não fosse esta interrupção de mandato que nos foi imposta, muito teriam ganho a cidade e os lisboetas", disse, explicando que o seu programa é uma actualização daquele com que ganhou as eleições de 2005, "enriquecido pela experiência" e pelos "inúmeros contributos" de várias pessoas. "Trata-se de dar continuidade a muitos projectos que foram iniciados e que não pudemos continuar porque o mandato foi interrompido", disse, dando como exemplo a reabilitação dos bairros da Boavista, Padre Cruz e Liberdade, a conclusão das obras em Alfama, Castelo e Mouraria e o projecto Ghery no Parque Mayer. Como ideias novas surge a intenção de criar uma Unidade de Trânsito de Lisboa - que junte as competências hoje dispersas entre a PSP e a Polícia Municipal -, um passe família e a figura do gestor do comércio de bairro. Para resolver o problema das dívidas a fornecedores com mais de 60 dias, anunciou que vai recorrer a um empréstimo bancário a 12 anos, previsto na Lei das Finanças Locais.

... in JN!!!...

... pois!!!... Entretanto, a "extraordinária" fala no prestígio que... nunca existiu em tal partido!!!...

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/vCBbdj22DZh%2Bhrd89sDl7Q.html

... COISAS!!!... Sherpas!!!...

05
Jul07

... na sequência dos... anteriores!!!...

sherpas

 

... pena os intérpretes viverem tão pouco... continuariam por aí fora 5 - 6 - 7- 8, etc, etc, etc... A mensagem é sempre igual, violência em doses máximas!!!... Americanices ou... negociatas de engano, hollyoodescas, claro!!!... Sherpas!!!...

 

05
Jul07

... o "soba" e... os interesses dos seus comparsas, compatíveis!!!...

sherpas

 

http://dn.sapo.pt/2007/07/05/nacional/jardim_apressa_a_das_incompatibilida.html

 

... arranja-se uma lei à pressa... só para não dizerem que não tem, ficando muito aquém!!!... No Jardim Atlântico, os interesses dos que os têm, políticos e ricos ou ricos e políticos, promiscuidade mui confusa que resulta duma corrupção a todos os níveis, assim o escrevem, assim o dizem à boca cheia, continuará inalterável ao longo dos séculos mais próximos!!!...

http://sol.sapo.pt/PaginaInicial/Politica/Interior.aspx?content_id=43449

... aparente faz de conta... depois recorrem, volta ao mesmo como se nada!!!...

... democracia "bananeira", não respeitando os... apanhadores de migalhas que aceitam e se contentam!!!... COISAS!!!... Sherpas!!!...

04
Jul07

... o Xanana... já foi!!!...

sherpas

Timor-Leste/Eleições: Fretilin venceu legislativas, apurados 95 % votos

4 de Julho de 2007, 13:35

Díli, 04 Jul (Lusa) - A Fretilin venceu as eleições legislativas de 30 de Junho em Timor-Leste, quando, segundo a CNE, o número de vortos por contar é inferior à vantagem do partido do poder sobre o CNRT de Xanana Gusmão.

Em declarações à Agência Lusa, e quando estão apurados 95 por cento dos votos, a Fretilin tem uma vantagem de 24.826 votos sobre o CNRT, do ex-presidente Xanana Gusmão, quando faltam contar 22.711 boletins.

JSD/PRM.

Lusa/Fim

... a política é assim... quando se joga a democracia!!!... Há perder e... ganhar, ganhando quase todos quando se dedicam a ela de corpo inteiro!!!... Sherpas!!!...

 

 

04
Jul07

... paga e... não bufas, à portuguesa!!!...

sherpas

Automóvel: Consumidores podem reclamar IVA pago nos carros - fiscalista

4 de Julho de 2007, 08:07

Lisboa, 04 Jul (Lusa) - Os consumidores podem reclamar em tribunal a devolução do IVA pago sobre o Imposto Automóvel depois de Bruxelas ter recomendado a Portugal que altere a legislação sobre este assunto, defendem fiscalistas citados hoje pelo Diário Económico (DE).

A Comissão Europeia (CE) recomendou terça-feira a Portugal que altere a legislação interna no sentido de deixar de incluir o Imposto Automóvel (IA) no valor tributável dos carros para efeitos de pagamento de IVA, ameaçando levar Portugal a tribunal, caso Lisboa não acate a recomendação.

Na sequência da recomendação de Bruxelas, o DE adianta que os contribuintes podem tentar reclamar junto dos tribunais a devolução do IVA pago indevidamente pelos carros comprados nos últimos quatro anos, o prazo legal para reivindicar a devolução do imposto.

Os contribuintes "têm legitimidade para questionarem a aplicação do IVA sobre o IA com base em reclamações graciosas ou impugnações judiciais e de contestar em prazo mais alargado", defende Rogério Fernandes Ferreira, fiscalista e antigo secretário de Estado socialista dos Assuntos Fiscais, citado pelo DE.

O fiscalista adianta ainda que se for dada razão ao contribuinte e o Estado tiver que devolver o IVA cobrado indevidamente tal situação "levantará problemas complicados ao erário público se se gerarem movimentos de massa e decisões favoráveis".

No mesmo sentido, o fiscalista Diogo Ortigão Ramos considera existir "base legal para que os consumidores reclamem IVA pago".

Segundo o especialista, esta medida aplica-se sobretudo aos concessionários, agentes distribuidores e marcas oficiais.

CFF.

Lusa/Fim

... conversa fiada, somente!!!... Quem pagou... pagou!!!... Não há retrocesso neste e... noutros processos!!!... Ressarcidos???... Uma ova!!!... Que País!!!... Sherpas!!!...

04
Jul07

... corrupção!!!...

sherpas
Corrupção no Futebol tranforma-se em filme negro
João Botelho, vai filmar uma livre adaptação cinematográfica do livro Eu, Carolina,  revelou tratar-se de um «filme negro», sobre uma «sobrevivente» de uma rede de influências
 

«Não quero fazer uma coisa concreta sobre a vida da Carolina Salgado e do sr. Pinto da Costa, pois não me interessam nada os episódios sórdidos. Já não gosto é das violências finais, das marcas no pescoço da Carolina, dos capangas», adiantou o realizador.

O projecto Corrupção, título provisório da adaptação do livro da ex-companheira do presidente do FC Porto e versando acontecimentos do processo denominado Apito Dourado, começa a ser produzido a 15 de Julho e o guião foi escrito por outra benfiquista, a ex-jornalista e companheira de 30 anos de Botelho, Leonor Pinhão, mãe de três filhos do cineasta.

«Os seis anos de vida em comum são verdadeiros. Ela (Carolina) foi numa visita ao Papa, coisa que nem Sá Carneiro conseguiu com a Snu Abecassis, não inventei nada. O livro foi uma espécie de motivo para falar sobre a realidade que me rodeia», esclareceu Botelho, confirmando encontros com a autora para «perceber o que era verdade e o que interessava».

A longa-metragem, com estreia prevista para final de Outubro ou início de Novembro, não será um filme comprometido com a «família benfiquista» ou «anti-portista» porque «o cinema nunca permite um julgamento», mas sim «confrontar as pessoas com questões» e denunciar a «subserviência» e as «cadeias de favores aos poderosos».

«É uma coisa muito antiga. Tivemos 300 anos de Inquisição e 48 anos de Salazar e a subserviência continua. Manda quem pode, obedece quem tem juízo, é o lema destas práticas portuguesas um pouco sinistras», afirmou, citando uma frase das escutas do Apito Dourado.

Na película, que terá como protagonistas os actores Nicolau Breyner e Margarida Vila Nova, vão ver-se «situações de conflito, mas sem resolução» porque «o próprio livro da Carolina não tem um fim». Botelho considera mesmo que a ex-companheira de Pinto da Costa «escreveu um livro para sobreviver».

«Nada de especial até porque, com o processo, há uma brigada a investigar e não é conveniente agora as pessoas serem ameaçadas ou levarem pancada», disse Botelho, negando eventuais pressões sobre si ou o projecto e lembrando a experiência de ameaças telefónicas quando criticou o antigo presidente «encarnado» Vale e Azevedo.

O realizador quer fazer um 'film noir', à imagem dos de série B norte-americana dos anos de 1940, «com poucos meios, rápido e eficaz» e com alguma acção, já que os portugueses são muito «bons na composição de planos, como na poesia», mas falham na «prosa».

«O que me interessa são as relações entre fracos e fortes, ao mesmo tempo em que decorre uma investigação, com polícias bons, maus e assim-assim. O problema é que em Portugal nada é demolidor. As pessoas gostam do molho das histórias, mas nunca há conclusões», afirmou, defendendo que «sem livro, não haveria grupo especial de investigação, nem reabertura de processos e estava tudo calado».

Corrupção, a cargo da produtora Utopia Filmes, terá um orçamento de cerca de um milhão de euros, prevendo-se a distribuição de 40 a 50 cópias em todo o país, além da adaptação para televisão, ainda em negociações. Nomes como Alexandra Lencastre, Miguel Guilherme, Pedro Cerdeira, Rita Blanco, entre outros, deverão também participar no filme.

Lusa / SOL

... não se cura o mal... mantém-se!!!... Dá para filme, diversão, chamamento de atenção, quiçá!!!... Sherpas!!!...

Pág. 7/7

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D