Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

05
Abr07

... coisas dos Fóruns!!!... Estória... a propósito!!!...

sherpas
 

... não é parábola, _________... não sou o JC, não tenho pretensões, passagem da vida real tão casual como outra qualquer!!!...



"... era um casal para a minha idade, junto daquele balcão... por uma razão, por outra bem diferente, por um cartão, por uma compra que se estava colorindo com papel adequado, bem embalado, lacinho a condizer, funcionária nova, rapariguinha da época, dedos ágeis, aplicada no que fazia... enlevo de quem aguardava pelo serviço que se ia desenvolvendo!!!...


... o homem daquele casal, para a minha idade, pouco mais... estava-se roendo, por dentro, vontade mais forte, indómita, imparável, fê-lo atirar “estava agora aqui a lembrar-me duma anedota da minha terra e... vai que não vai, continuou”!!!...


... “ lá para cima, para Trás-os-Montes, na minha aldeia... por esta altura da Páscoa, era costume o padre ir a todas as casas, onde era recebido com o que tínhamos, fruta, bolos, um vinhinho doce... “


... dirigia-se, com esta estória, à rapariguinha que estava fazendo, colorindo com papel adequado, o embrulho das amêndoas... que, de tão entregue ou pela idade, mais nova e sem paciência para “aturar” conversadas desta índole, não reparava sequer!!!... O homem do casal apercebeu-se disso mesmo e... ficou com a palavra dependurada!!!... Calou-se, deixou de contar a “anedota da sua terra”, inopinadamente!!!...


... estava perto, era ouvinte passivo, tinha a mesma idade... pouco mais, pouco menos, não me contive!!!... É verdade, nessas aldeias do interior das Beiras... ainda é costume o padre, por altura da Páscoa, ir visitar a casa dos seus fiéis que o recebem, como visita esperada, com iguarias apropriadas!!!...


... iluminou-se-lhe o rosto, sorriso rasgado... pegou na palavra, continuou a “anedota da sua terra” olhando para mim, alguém que lhe dava atenção!!!...


... “ como ia dizendo, o padre foi a minha casa, em cima da mesa estavam alguns bolos e muitas laranjas, deu a bênção aos presentes, ao lar, “arrabanhou” tudo o que havia!!!... O meu irmão, que estava lá em casa, não se conteve e disse:


    - “Padre, ó menos deixavas uma laranja p´ró dono da casa”


... depois de contar a “anedota” da sua terra fez alguns comentários a propósito, contrapus outros e derivámos para diálogo sobre padres e “pingas” de estalo!!!... Que o padre ainda era vivo, tinha lá estado há pouco tempo, foi visitá-lo... andava pelos noventa e tais anos de idade, levou-o à sua adega, convidou-o a beber um copo dum vinho muito especial que fazia!!!... Tinha sido um grande amigo do seu falecido pai, dele também!!!... Ainda o aconselhou que deveria beber só vinho bom!!!...


... sorrimos os dois, anuímos... aplaudimos o conselho sábio do Padre, já não tínhamos idade para zurrapas, tão pouco para... marteladas (... vinho aldrabado, feito a martelo, claro!!!...) ainda assim não julguem outras coisas!!!...


... falámos dos vinhos alentejanos, bem encorpados, frutados, especialmente os tintos de reserva!!!... A rapariguinha acabou a tarefa, entregou-lhe as prendas de Páscoa... alheia a tudo que se tinha passado ali ao pé, nova e sem paciência para estas coisas, olhou para mim... perguntou-me ao que vinha!!!... Falei-lhe do cartão que vinha buscar!!!...


... entretanto, o casal... mulher feliz com prendas para netos, homem contente por ter contado a “anedota” da sua terra, sorridentes os dois, valente aperto de mão me deram, lá se foram, perderam-se pelo meio da multidão!!!... Apanhei o cartão... fui à vida, satisfeito também!!!..."


... tinha de mexer um dedo... ainda que mais não fosse!!!... Para subir, para descer, para se manter... há que ter apoio, caramba!!!... Com a estória tento demonstrar que até para um fala-barato como eu, como qualquer da minha idade... tem de existir um bom ouvinte!!!... Como em tudo na vida!!!... Caso contrário quedamo-nos com a palavra “pendurada”... não dizemos nada!!!... Sherpas!!!...

 

 

04
Abr07

... estória dum engenheiro agrícola de... faz de conta!!!...

sherpas
 

... ter ou não... canudo adequado, à altura das funções que desempenha, figura de topo, dúvidas que se colocam, cavalo de batalha de alguns, provincianismo desajustado, tanto agora, como dantes!!!... Mais um, começado na blogosfera, continuado em jornais de referência (... pensam!!!...) semanários de expressão (... julgam!!!...) televisões da oposição, quando mencionam, apenas!!!...


... provocou, continua provocando alguma incomodidade ao atingido, ao partido em que se encontra inserido... ainda mais ocupando o lugar que ocupa neste recanto, doce encanto do mal dizer, segundo alguns!!!...


... caiu o Carmo e a Trindade, ataque traiçoeiro, ligação a uma situação degradante na Universidade Independente, tão em baixo se encontra, situação vergonhosa que se arrasta!!!... Mais uma... a terceira, se bem me lembro, políticas éticas bem Modernas, deram-nos uma Amostra, há uns anitos escassos com bons resultados para o iniciador, chegou a Ministro das guerras, recebeu medalha americana e... tudo, está aí para outra, penso!!!... Os artistas que criaram estas tristes peças, encontram-se por aí... com ou sem razão, lá vão!!!... Casos que me diminuem... quando, com elas, deparo!!!...Já tenho depreciado caricatos e ridículos, já tenho atacado com armas idênticas às que usam, quando peroram e abusam, faço por não achincalhar quem respeita, quem não achincalha ninguém!!!... O respeitinho é muito bonito... o País nunca foi assim, continua não sendo, passa-se por vezes!!!...


... as libertinagens em demasia dão nisto, simplesmente!!!... Em pleno Cavaquistão, tempos do mais milhão, menos milhão... conheci um bacoco alentejano, dono de vastas terras, cartão alaranjado, segundo constava, que pertencia ao número bem alargado dos que eram convocados, em alturas de farturas, vindas de Bruxelas, fundos para as agriculturas!!!... Era obrigado a deslocar-se a Lisboa, a determinado ministério, a fim de receber quinhões avultados que lhe tocavam, forçado a receber, parece!!!... Fazia parte do esquema montado!!!...


... não sei se por excessos de dinheiros, pelo facto de se sentir deslocado no meio de tantos doutores, engenheiros, médicos e arquitectos na altura dessas deslocações... era certo e sabido que, depois de contemplado com grossa maquia, se dirigia maquinalmente a um conhecidíssimo restaurante cinco estrelas onde se banqueteava, repartindo gorjetas bastas e fartas pelo pessoal que, servilmente, o começou a tratar por doutor!!!... Aceitou mas, pelo sim pelo não... desfez o equívoco, com requinte e sabedoria, corrigiu, emendou para engenheiro agrícola, não possuindo qualquer tipo de letra, por menor que ela fosse!!!...


... assentou-lhe bem o título, adquiriu-o, começou a passeá-lo por aquelas bandas ao longo de muitos subsídios recebidos, a troco de dinheiros e espalhafatos, bem caros... dinheiro alheio, sem custo algum, actividade bem conhecida naqueles tempos de Cavaquistão!!!... Com a assiduidade no restaurante já mencionado, ao fim de tantos bajulamentos, tratamento desajustado mas bem sentido, saboreado ao milímetro, borlas atrás de borlas, (... subsídios e gorjetas!!!...) deferência prestada, peito inchado, homenagem feita a cliente tão respeitável, carteira aberta... através duma célebre receita de bacalhau que lhe dedicaram, com nome do engenheiro alentejano que não era... nunca foi, mantendo uma “ilusão”, com dinheiro na mão!!!...


... estas coisas dos canudos de fingir... é coisa velhinha demais, tal como os canudos comprados, os canudos suados e esquecidos, não merecidos, tal como em tempos de monarquia, os brasões e os títulos aos burgueses endinheirados!!!... Além disso temos de pensar que fomos nós que criámos essa maneira de estar na vida... ainda o Brasil nos pertencia, depois disso, com a estória dos Coronéis que nunca vestiram farda, sequer!!!...


... depois, em relação aos referidos... ainda acentuo, quantos não são nada em termos de civismo, formação, dignidade, competência, se fazem chamar pelo que nunca praticaram???... Documento impreciso ganho em tempos idos, esquecido, esquecido???... Deixemos de ser palermas... um senhor, quando o é de corpo inteiro, não necessita de papel passado, tal como no casamento!!!... Até acredito que não seja o caso de Sócrates, ministro primeiro e engenheiro... denegrido pela oposição encarniçada através de jornais e semanários, de televisões concertadas, com um determinado objectivo, destruir quem os incomoda, de qualquer maneira e feitio!!!... Política baixinha, reles... liberalismo selvagem seguindo a linha traçada por certos nossos conhecidos, nódoas que se mantêm, ainda!!!... Sherpas!!!...

 

03
Abr07

... bárbaros... congeminações minhas, somente!!!..

sherpas
 

… mais uma vez se repete, como ciclo vicioso, a invasão dos bárbaros do NORTE, de outros sítios mais ao CENTRO, ao SUL, por variadas razões, gozos extremados, fanatismos incontroláveis, dinheiros em abundância que se perspectivam, últimos... pelos vistos!!!... Vêm por aí aos baldões, fundos e mais fundos que deverão ser aplicados, sem desvios, sem manigâncias, sem bolsos incertos, como antigamente… quando se faziam ricos e mais ricos, da noite para o dia, quando o Estado entrava em bancarrota ou em recessão continuada… duas vezes, creio!!!...



... COISAS da juventude que se desbraga quando se desloca, se sente com a rédea solta, toda junta e com os mesmos objectivos, lá para as bandas da Catalunha, pertinho do mar, com música adequada, noitadas desenfreadas, drogas leves que os animam, (... tão perniciosas ou mais do que as duras, dependendo da insistência, da adição, claro!!!...) músicas e berros, sexo a gosto, desmandos, comas alcoólicos, intervenção de forças de segurança… uma barrigada, péssima imagem que se dá, futuro das nossas vidas, (... muito incerto e inseguro!!!...) reflexo da incapacidade de quem os criou assim, tempos mais abertos, evolução de acordo com a época, influência daquilo que lhes mostram, valores fracos ou mui débeis e periclitantes, fraca aposta que fazem sobre aquilo que pretendem ser, já são… aberração que me desilude, admito, não combato, sou obrigado a aceitar, criticando!!!...

 

… mais um clássico no estádio do lampião, emoções ao rubro… hordas enormes de adeptos do Dragão se dirigem ao local onde se vai produzir o espectáculo que, de desportivo, talvez no interior do rectângulo ao invés do que se vai vendo, pouco ou nada tem... quando escoltados pela polícia assaltam com sanha que se assanha as ditas instalações, invectivando, injuriando, ameaçando tudo e todos, recebendo troco, mau estar que se aprofunda, instala, sempre presente quando se realiza no SUL, no NORTE, indiferente!!!... Presidentes dos clubes que incentivam, acusam mutuamente, manipulam dinheiros aos milhões, originam estes actos, desacatos, pandilhas de energúmenos enraivecidos, desembestados, claques lhes chamam (... quando as mencionam!!!...) aceitando e desvalorizando na discussão que se segue, que não resolve… que se repete da próxima vez, com episódios mais detestáveis, criticáveis, péssima amostragem do que poderia cativar gentes mais sóbrias e moderadas, que afastam crianças, mulheres, moderados e sensatos daqueles espaços, terrenos de zangas, ódios permanentes!!!... Como em todo o Mundo, afirmam os entendidos, extravasão do que se vai acumulando, quanto a frustrações no trabalho do dia-a-dia de cada um, defesa da camisola, amor por uma equipa… perdição do que se é na condição humana a que pertencemos, irracionalidades demenciais!!!...

 

… tantas obras que se pagaram a dobrar, a triplicar, a quadruplicar… tantas que foram contestadas pelos órgãos próprios como a OCDE, pelos cidadãos em geral quando não entendem atitude liberal em proveito do capital, pelo Tribunal de Contas quando cumpre o que lhe concerne, pelos comissários apropriados lá para os lados do Parlamento Europeu, na Assembleia que se incendeia na voz dos opositores aos partidos que desgovernam, usando e abusando do que lhes não pertence, não distribuindo com equidade o que nos é devido, dando muito a alguns, faltando com muito à maioria, hábito nosso, POVO que geme e sente, que pouco manifesta, que aguenta… como sempre!!!... Mais ainda quando, com ímpetos reformistas inclinados, provocando monstros com uma impunidade de pasmar, não sendo responsabilizados, antes elevados aos mais destacados cargos que se possam ocupar, por eleições concertadas através dos meios de comunicação... nos conformamos mais e mais!!!... Enfim!!!... Para quê repetir o conhecido de todos???... Têm-se cometido feitos extraordinários neste cantinho tão nosso, tencionam fazer outros… para o interesse nacional ou não, segundo a oposição, surgem novos-ricos com fartura, vencimentos de escândalo, situações refasteladas que nos escandalizam quando se enfatizam, se denunciam, nos fazem sentir ridiculamente inoperantes depois do mal feito… sem remédio, manifestações ocasionais e pouco mais, leis que protegem os desonestos gestores, empresários de vulto, banqueiros de arromba, serventes dos que ascenderam… pretendem também, status quo instalado, que se mantém, se alterna, amores que prevalecem através dos anos e… já lá vão mais de trinta, logo após a revolução mais linda que existiu, toda florida em Abril, desilusão de quem acreditou, deitada por terra a esperança que se lançou no coração de todos e de cada um, quantos desempregados, emigrantes, indigentes ou sem tostão, arrastando penúrias e penas???...

 

… pois é, temos estado entregues a duas forças políticas principais, roseiral e laranjal… pouco mais, gastadoras em demasia quando levam os cofres ao fundo, a tal bancarrota que não esqueço, as duas ou três recessões por que já passámos, de tanga ou nus sem opção, discursos difusos e irresponsáveis de quem fugiu e foi servir o seu ídolo liberalíssimo e belicista dos sete costados, apertos de cinto logo a seguir, espécie de senhor feliz e senhor contente, palhaço pobre e palhaço rico, abastados e bem situados, tendo como pano de fundo… a rapaziada, a que se vai em cantigas continuadas, todo o mundo português, os que aguentam uma e outra vez!!!... Já tenho escrito que, de dois males maiores… prefiro o mal menor, mantenho!!!... Há uma má situação que se vai resolvendo, já aflora um défice mais baixo, situação que se pretende estabilizada… muitos milhares de milhões que fazem mexer os que quedam tresloucados, só pelo cheiro, quanto mais alguns projectos de envergadura no SUL do País, no Alentejo que já foi celeiro, haverá de ser “resort” de luxo continuado, remanso de doce encanto para endinheirados, complexo industrial alargado, porto aberto ao Oceano Atlântico, na sua plenitude!!!...



... ao serviço, com viço e entusiasmo... tal como dantes, sicários diligentes viram empresários, às vezes, banqueiros de nomeada, gente endinheirada, ainda ontem os vi no tal programa das desculpabilizações, confessionário que mete graça, que enfada, que não diz nada porque não resolve, só mediatiza, eterniza os nossos conhecidos e reconhecidos, nesta democracia que se alterna, grande pomar dos liberais e capitais, grande roseiral que imita mal nas políticas de direita que pratica, um... contra o Estado macrocéfalo, outro muito favorável e permissivo, com algumas nuances, vencimentos de espanto, manutenção dos ditos, olhinhos na vidinha de cada um, os próprios, sem mais!!!... Enfim, desfazem-no (... ao ESTADO, é evidente!!!...) e criam ricos aos montões através de influências, compadrios, corrupções, tornam-se iguais aos patrões, dão continuidade... arranjam cantinho agradável, mui confortável, bem remunerados, tomam ares, apregoam socialismo que se não vislumbra, sequer, mantendo-o forte como seu norte, caminho e destino!!!... Cada um... c´a sua!!!...



... bárbaros do norte, do centro, do sul... de espalhados que estão já não os situo, acicatam seus lacaios, pretendem grande bocado, bem maior, apetitoso e, por causa duma OTA que foi estudada e tornada a estudar, a fim de beneficiar os que se não beneficiam com a sua presente localização, por uma questão de proximidade, pura verdade... pretendem agora, mais ao SUL, um facto!!!...



... quando dissertamos sobre políticos no activo, figuras públicas, disso me culpo, exageramos... consoante simpatias ou antipatias, depreciando o estilo, a maneira de fazer o que sabem, sabendo ou não sabendo, de acordo com o nosso modo de pensar, sem estarmos vinculados ou estando, dever nosso, exigência que nos cabe como cidadãos activos!!!... É política normal de qualquer um que se considere vulgar, sendo interventivo... despejando o que lhe dói, não agrada, gostando de alterar, simplesmente!!!... Consequência do dito... damos ou negamos o voto aquando nas eleições!!!...



... respeitando, mesmo despeitando... quantos não me convencem, rejeitando com todas as forças, quantos não admito, criticando quando for caso disso???... Entre os próprios políticos, uns contra os outros... quando ultrapassam certas fronteiras, quando entram no plano pessoal... invectivando, denegrindo imagem, conseguem efeitos contrários, normalmente, saem a ganhar as vítimas, perdem os algozes, injuriosos, ferozes!!!... Tenho provas disso... basta recuar!!!... Tem sido um fartar esta COISA dos pergaminhos académicos do nosso primeiro-ministro... lembrando os que sendo médicos, advogados, arquitectos, engenheiros, professores, etc, etc, etc... depois de se dedicarem, a tempo inteiro, às artes políticas nunca foram o que eram, deixaram de ser, continuaram sendo, não sendo!!!... Comparação que dá azo a que me espante... perante maneira sórdida de politiquice barata, tipo Alberto da Madeira, Portas da Amostra/Moderna, entre outros... artistas que distraem, que retraem, que afastam, conquistam papalvos, somente!!!... Enfim!!!...



... por conveniências duns, por interesses pessoais de bastantes mais... http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?section_id=57&id_news=270084  estamos nisto, por enquanto!!!...Mais estaremos, daqui p´rá frente, pelos vistos!!!... Alternâncias que me confundem... que me desiludem, por vezes!!!... Até quando???... Chiça!!!... Sherpas!!!...estamos

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D