Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

30
Set06

... interioridades... bem diferentes!!!...

sherpas

 

 

 

… nunca é demais comparar realidades que estão presentes, que desfilam perante nossos olhos, que se vão desenrolando com descaro e imposição, com eficiência ou não… não discuto, tenho cabeça, tenho poder crítico, posso errar no meu juízo, penso que não!!!... Mais ainda com a Espanha dos nuestros hermanos, aqui à mão, manta de retalhos que conheço bem, unida pela economia, sob a mesma bandeira que se desfralda como marca, ocultando outras que teimam em dar nas vistas, em aparecer, bem diferentes!!!... Não vem ao caso, o CASO das nacionalidades que se pretendem, é problema que não me concerne, que façam federação… ou não, é com eles, outras gentes que não as nossas, é evidente!!!... Pela proximidade de Elvas e de Badajoz, pela velocidade na evolução de cada uma delas, pela degradação ou alindamento das respectivas, pela qualidade de vida das populações, pelo antigamente, pela interioridade, pela desertificação que se manifesta numa, na outra não… pelo falar inconsequente dos políticos de serviço quando abordam a descentralização, pela aplicação de fundos em campos bem diversos, obras de espantar, sempre a empatar… simples convencimentos, entretenimentos, me parece, sou levado a comparar o incomparável, assim penso!!!...

 

… descentralização ou concentração (???...)… numa manobra contabilística, somente, redutora de despesas, contenção e agregação destas entidades noutra cidade maior, num distrito, talvez que, por sua vez, vai perdendo outras COISAS de vital importância, porque interioridades como esta, como outras cidades!!!...

 

… recordo a cidade de Elvas de há muitos anos atrás, ainda agora, pejada de população entregue aos seus serviços, aos trabalhos que iam desenvolvendo, mal remunerados, claro… com os seus dois quartéis pleno de militares que aqui residiam, aqui aplicavam os seus gastos, davam um certo brilho nas ruas, quando em passeio, quando desfilavam em paradas, polícia militar vigilante, soldadesca irreverente, cornetas que soavam… um certo despique entre Lanceiros e Caçadores, noutros alvores, cadeia militar no Forte da Graça, centro de desgraça por onde passaram algumas das cabeças pensantes da nossa praça, rebeldes como eu… em relação à farda que nunca me seduziu, que me escravizou ao longo de quatro anitos da minha vida, cidade com vida, tribunal militar, organismos que se deslocalizaram, também… agora morta, no que a militares diz respeito, foram embora, simplesmente!!!... Património imenso, restos ou museus, centros de qualquer coisa que os pensantes, pensarão… guardado por meia dúzia de contínuos, de vigilantes, de guias turísticos e informativos, quiçá, no futuro que se aproxima, inexorável!!!...

 

… descentralização ou concentração (???...)… numa manobra contabilística, somente, redutora de despesas, contenção e agregação destas entidades noutra cidade maior, num distrito, talvez que, por sua vez, vai perdendo outras COISAS de vital importância, porque interioridades como esta, como outras cidades!!!...

 

 

… era uma cidade que fervilhava, com hospital que foi crescendo, com pessoal médico eficiente, mais que suficiente… satisfação por inteiro dos que por cá viviam, vivem ainda!!!... Reformas políticas na saúde, pelas mesmas razões… espada de Dâmocles que se desprende, que cai e mata, que arruína, que desestabiliza, que empobrece mais ainda esta região, em comparação com a Badajoz que… se avista, na região extremenha, mais além, com os seus problemas, com gentes bem presas ao local onde nasceram, não migram, não emigram, não vão embora, comércio e industria que se desenvolve, boa qualidade de vida, tendo tudo aquilo que tínhamos e, aos poucos, vamos perdendo!!!... A Maternidade, tendo como base primeira, como início… uma Fundação, foi crescendo, em ligação com o “nosso” hospital, ia satisfazendo, era um gosto e um orgulho quando comentávamos os seus bons serviços, (… Hospital e Maternidade, diga-se a verdade!!!...) um, em vias de extinção, a outra… já foi, grávidas a caminho de Badajoz, de Évora ou de Portalegre, por se acaso!!!...

 

 

… descentralização ou concentração (???...)… numa manobra contabilística, somente, redutora de despesas, contenção e agregação destas entidades noutra cidade maior, num distrito, talvez que, por sua vez, vai perdendo outras COISAS de vital importância, porque interioridades como esta, como outras cidades!!!...

 

 

… fora dos dias de festa, a festa maior… a do S. Mateus, pelas ruas da cidade, logo de manhã, como gosto, vamos vendo uma série de reformados, alguns com os netos pequenos, encostados a paredes, nos cafés, passeando, falando sem pressas, com todos os vagares, falando destas coisas que nos estão batendo à porta, comentado o CASO da Cadeia que, pelos vistos… tem os dias contados também, vai de marcha, vai embora daqui para fora, falando dos filhos que se vão espalhando pelo litoral, pela zona de Lisboa, do Porto… talvez, alguma vida ainda, em tempos lectivos, nas escolas onde a miudagem vai aprendendo, arrecadando ferramentas para a vida futura, a que se avizinha, com muitos autocarros à porta dos estabelecimentos de ensino, crianças das vilas e das aldeias, freguesias do concelho que se vão espremendo, desertificando doutra maneira, não sei se será a reforma do ensino mais indicada, assim pensam as cabeças que nos governam, por redução de despesas, por concentração e abandonos sucessivos, depressivos… quando vividos, nos locais donde as retiram!!!... Os pueblos espanhóis, maiores ou menores… vão mantendo e aumentando o que sempre tiveram, o que lhes dão, mais ainda, praticando políticas bem diferentes destas, não sei porquê!!!...

 

… descentralização ou concentração (???...)… numa manobra contabilística, somente, redutora de despesas, contenção e agregação destas entidades noutra cidade maior, num distrito, talvez que, por sua vez, vai perdendo outras COISAS de vital importância, porque interioridades como esta, como outras cidades!!!...

 

… queira ou não queira, por muito que pense… concluo por mim, algo vai mal neste Portugal desequilibrado, litoral desenvolvido até mais não… interior que vai morrendo aos poucochinhos!!!... Comparando com os nuestros hermanos, regiões tão similares, realidades iguais, Governos bem distintos, ideologias… as mesmas, de cariz social, economias nos antípodas, embora manta de retalhos, resultados espanhóis positivos, portugueses com graves complicações nos défices exagerados, dinheiros mal aplicados, contenção de gastos no essencial, prejuízos imensos na boa qualidade de vida que se pretendia, hoje em dia… com a fuga daquilo que tivemos no passado longínquo, no mais recente, cidade de velhos e de crianças, os netos que os filhos que trabalham nos grandes Centros Urbanos, entregam aos pais, aos avós… por sistema, com muitos Centros de recreio, complexos desportivos e culturais, com um acréscimo de Museus, com obras espampanantes, extravagantes… desertificadas, às moscas, tal como constatei no Mercado Municipal, num dia de semana, obra de vulto, com todos os trinques, um dó de alma, duas tascas ou cafés, uma vendedora de pão, duas bancas de frutas e hortaliças… sem talhos, sem peixaria, irrealidade, sonho mau, fantasia… ESCÂNDALO!!!...

 

… descentralização ou concentração (???...)… numa manobra contabilística, somente, redutora de despesas, contenção e agregação destas entidades noutra cidade maior, num distrito, talvez que, por sua vez, vai perdendo outras COISAS de vital importância, porque interioridades como esta, como outras cidades!!!...

 

… quanto aos quartéis, tudo bem… já não mantemos as guerras nas colónias, embora estejamos metidos noutras, até ao pescoço, com contingentes menores por causa da NATO, da ONU, um pedacinho de nós por todo o Mundo, neste que se incendeia, por vezes, quase sempre!!!... Mantivessem também um número mais reduzido nos ditos… auxiliando bombeiros, outros agentes da segurança, a população civil, não os abandonassem por completo!!!... Sugestão minha, pois então!!!... Quanto às obras de estadão, trocava-as de boa vontade pelo Hospital melhorado, pela Maternidade em condições, pela Cadeia que se está deslocalizando, aos poucos, com o tempo!!!... Vamos sendo uma cidade de interior convertida em Centro de Dia para Idosos, Creche para os mais novos… ponto de partida, aquando da migração ou emigração, para os jovens adolescentes que buscam trabalho noutras paragens porque…aqui, não há!!!... COISAS!!!... Sherpas!!!...

29
Set06

... coisas que vão passando... por aí!!!...

sherpas

… não é réplica… etc, etc, etc…

 

 

… logo pela manhã, vi outra vez… desgostei!!!... Com a digital em acção fiz mais um bonequinho, noutra posição, abarcando aqueles monumentos, mesmo ali… na calçada do largo onde vivo, pertinho de residências, da minha, da dos vizinhos!!!... Já tínhamos comentado uns com os outros, criticado a falta de civilidade de quem tinha provocado tal situação, a ausência de preparação para ter cão… animal distinto, enorme, bem forte e grande, negro como a noite escura, inocente pelo feito, é evidente, culpa de quem o tem!!!... Já tive um cão, bom companheiro que cuidei e passeei por tantos locais, que trazia preso com trela… era cão de casa, onde tinha toda a liberdade e mais alguma, membro da família, mais um!!!... Foi educado, não sujava, não estragava e… quando sentia necessidade de fazer o esvaziamento intestinal, actividade própria, fisiológica, ou aliviar a bexiga, olhava para o sítio onde colocávamos a trela e… parece que pedia, dava-nos a entender!!!... Agarrava na dita, abria a porta, passava por carros e por paredes de muros mas… afastava, ainda assim, procurava um descampado, terreno batido, com ervas somente, pedras ou arbustos, lá o deixava completar o serviço… marcar espaço com um esguicho, raspar os pés de satisfeito, cheirar por aqui, cheirar por ali… procurar posição, cometer o que pretendia, defecar à vontade!!!...

 

… terreno baldio mas, estando perto do bairro… brincadeiras de crianças por ali, surpresa desagradável de alguma, pensando nos outros… ainda apanhava com saco de plástico ou com papel, colocava no balde do lixo, no contentor!!!... Foi assim ao longo de doze anos de existência do meu companheiro canino, sem ser exemplo… não pretendo, procedia tal como descrevi, sem custo!!!... Era minha obrigação!!!...

 

… ao invés, falta de respeito pelo entorno, pelos semelhantes, não ligando peva à salubridade pública, em pleno largo onde vivo, com ou sem trela mas, com dono por perto… frente ou ao redor da igreja que por ali se encontra, de há uns tempos para cá, segundo dizem os que viram, ainda não me apercebi do feito, vejo os resultados apenas… o Black, cão enorme e perfeito, depois de cheirar, com uma certeza ímpar, mais uns centímetros para cima, para qualquer dos lados, naquela área que acha mais indicada, lá vai compondo com os seus dejectos avultados, mesmo ali à beirinha das casas dos que ali moram, dos que, quando saem, se espantam e comentam… criticando quem o tem, quem o mantém, quem não o educa, lhe permite tal cometimento!!!...

 

…falta de tudo, de mais ainda, País com defeitos pestilentos, atitudes menos dignas de quem as deixa concretizar, não de quem as faz… o cão é irracional, alivia a tripa, deixa sinal, deixa rasto, somente!!!... Não vem ao caso, ocorreu-me escrever sobre o assunto, depois de ler o que agora li… de certo demente que quando profere, escrevendo barbaridades, deixa pestilências que deixam marca, pelo negativo, claro!!!... Mal comparativo, humano… não é canino, anquilosado (ancilosado) de mente, simplesmente!!!...

 

… tinha feito boneco com a máquina digital, procurei contactar as entidades respectivas, P.S.P. local que me informou que sobre o caso não havia legislação… só em relação aos humanos, se porventura o fizessem!!!... Dirigi-me à autarquia, procurei a repartição apropriada, comentei o caso com pessoas amigas, já no local… do mesmo se queixaram nas ruas onde viviam, de vizinhos como o dono ou dona do Black, que mora perto da minha residência!!!... Estivemos numa de lamentação colectiva… a respeito de dejectos de cães!!!... O fiscal da Câmara, depois de informado… contactou comigo, viu as fotografias, anotou algumas dicas, não acusações porque por nunca ter visto não podia fazer tal coisa, baseava-me nos mexericos lá do bairro, da vizinhança que já tinha contemplado tal tramóia, a do Black, pois então!!!... Coitado do cão!!!...

 

… por mais informados que sejam… os nossos concidadãos, ainda há quem se porte desta maneira, não evitando, não educando o fiel companheiro, deixando conspurcar, com defecação inapropriada, mal colocada… o meio ambiente, neste largo onde habito, frente a uma igreja que por aqui se encontra!!!... Tal como o pobre do animal, sem culpa formada, pela irracionalidade que transporta… assim se comportam por aqui, certos confrades que, quando tresloucados, aventam com um chorrilho de disparates, verdadeiros dislates!!!... Não os comparo… não consigo sequer, o Black quedaria muito acima, num ranking de higiene mental que se fizesse, porventura!!!... COISAS!!!... Sherpas!!!...

 

 

20
Set06

... entre rosas e... laranjas!!!...

sherpas

... partido rosa e...

 

 

 

… não vou compreendendo o Partido Socialista, presentemente… ___________!!!... Com artes e manhas, tudo faz para realizar mais uns tostões, governando quase como o seu irmão gémeo, assim entendo… não encontro diferenças relevantes, por enquanto!!!... Sócrates, aparentemente, tem tido alguma coragem para tomar medidas incómodas contra certos lóbbies instalados, tem iniciado reformas de fundo, tem publicitado outras que ainda se não concretizaram… tem feito, para meu desgosto profundo, pactos com os alaranjados num sector tão melindroso como o da justiça, desacreditando-a mais, ainda!!!... As políticas sociais têm provocado descontentamento generalizado nas classes médias e baixas, têm desertificado o interior através das escolas que cerraram, deixaram arder o País como o governo anterior!!!... Em função do défice que tentam baixar para os 4,6% cometeram muitos atropelos, aumentaram impostos, taxaram a seu belo prazer e, como se não bastasse a doença que nos leva para o hospital, que nos sujeita a operação melindrosa… ainda nos querem tirar mais algum, taxando, taxando quem já não vai aguentando, pelo desemprego, pela precariedade, pelos vencimentos baixos!!!... Através dos impostos que pagamos temos direito à gratuidade da saúde, do ensino, da justiça… entre outras coisas mais, o direito ao trabalho, à segurança, à habitação, à verdade, à estabilidade, à harmonia social, à PAZ que… auguramos!!!... Não os entendo, por muito que pense!!!... Serão iguais, serão… diferentes???... Entre rosas e alaranjados… estamos mais que tramados, pelos vistos!!!... COISAS!!!... Sherpas!!!...

14
Set06

... uma verdade... inconveniente!!!...

sherpas

 

Uma Verdade Inconveniente

 

A Humanidade está a repousar numa bomba relógio.

Se a grande maioria dos cientistas mundiais tiverem razão, temos apenas 10 anos para evitar uma grande catástrofe, a qual pode destruir o nosso planeta com condições meteorológicas agressivas, inundações, epidemias e ondas de calor que ultrapassam tudo o que já passámos.

Se isto parece uma receita de ruína – pense outra vez.

Do realizador Davis Guggenheim, o êxito do Festival de Cinema de Sundance, “Uma Verdade Inconveniente”, oferece-nos a visão apaixonada e inspiradora da cruzada de um homem para parar o progresso mortal do aquecimento global, esclarecendo todas as ideias erradas que se encontram associadas a este problema.
Este homem é o antigo Vice-presidente dos EUA Al Gore, o qual depois da derrota nas eleições de 2000, voltou à sua cruzada de ajudar o planeta de uma mudança catastrófica.

Nesta esclarecedora descrição de Al Gore e a sua jornada de apresentação do seu “show de aquecimento global”, ele também prova a si próprio que é uma das pessoas mais mal entendidas da vida pública da América moderna.

Com compreensão, inteligência e esperança, “Uma Verdade Inconveniente” traz-nos os argumentos persuasivos de Al Gore, que nos explicam que já não podemos olhar para o problema do aquecimento global como uma questão política, mas sim como o maior desafio global que teremos de enfrentar.

... in Sapo   Lusomundo!!!...

 

... creio que... se All Gore tivesse sido eleito como Presidente do USA, ao invés do cow-boy texano, o bélicista assumido, cabeça oca, vazia, o Mundo estaria bem melhor!!!... Sherpas!!!...

 

 

 

 

12
Set06

... satisfeito que ele... está!!!...

sherpas

 

A Segurança Social conseguiu recuperar 110 milhões de euros de dívidas em atraso referentes às contribuições em falta durante o primeiro semestre deste ano, uma verba que superou as expectativas do Governo, revelou esta terça-feira o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, José Vieira da Silva.

... in Correio da Manhã!!!...

... quando é que o Estado começa a pagar as dívidas que tem... aos cidadãos normais, como eu???... Sherpas!!!...

09
Set06

... meia dúzia de... pirralhos!!!...

sherpas

 

 … não era dia azarado, nem terça, nem sexta, tão pouco tinha passado por baixo duma escada, nem me tinha sentado sobre uma mesa, nem tinha quedado com guarda-chuva aberto em casa, quanto ao lado para que me levantei, não sei, o pé que coloquei no portal, já na rua… não lembro qual, o esquerdo ou o direito, pelo que escrevo, não prevariquei o mais mínimo, não acicatei as forças do mal, ainda assim!!!... Como tantos, um dia igual aos outros, pensei… ainda antes do acontecido!!!...

 

… saí, dirigi-me ao estacionamento, entrei no carro, fiz marcha atrás e verifiquei que não passava sem marcar o passeio, tive de rectificar, recuando outra vez… logo seguido de estrondo, tinha batido em algo!!!... Estranhei!!!... Abri a porta da viatura e dei por um quatro rodas dos grandes, quase dois andares, colado ao meu… conduzido por uma senhora de meia-idade, mais para o anafado!!!... Cruzámos os olhares, de imediato direccionámo-los para os pára-choques das respectivas propriedades, do automóvel e do jeep… claro!!!... À primeira vista, nada de cuidado, explicações, chamadas de atenção para o facto da referida senhora não ter reparado nos faróis acesos, os de marcha atrás… dizia eu!!!... Irreflectidamente lá respondeu que eu não lhe tinha dado tempo, que ia recuar mas… não conseguiu!!!... Mais uns azedumes, poucos… não sou para grandes escândalos e, à medida que o tempo ia passando, a versão da minha adversária, mau encontro matinal, ia variando, alterando um pouco!!!... Dei-lhe alguns conselhos e como os desperfeitos eram reduzidos… fui embora, fui comprar o pão, esqueci o acidente!!!...

 

… durante a tarde, calorosa… como todas têm sido nestes últimos dias resolvemos, em família, ir ver um filme, actividade que pratico com gosto, adoro cinema, não perco, ando actualizado porque tenho tempo de sobra, boas salas de projecção num Shopping, aqui perto, algum desafogo pecuniário, por ora!!!... Geralmente visiono matinées, a meio da tarde… usufruo do ar condicionado, regalo os olhos, aguço os sentidos, actualizo os conhecimentos no que respeita a esta arte, não tanto como dantes, continuando sendo a sétima… por enquanto!!!... Adquiri os bilhetes, entrámos na sala… pouca gente, eis senão quando vejo chegar um grupinho de catraios, na camada dos treze, catorze anitos, cerca duns seis, creio!!!... Mau-Maria, pensei… mal vai a coisa, lá se vai o sossego, temos banzé, risadas tontas, mau ambiente, minha gente!!!...

 

… dito e feito, logo de início batimentos com os pés, galhofas… gargalhadas loucas, desenquadradas, fazendo eco para lá do som do filme que se ia desenrolando, apesar do mau ambiente!!!... Coisa fraquinha, esperava mais dos intérpretes principais, da origem do dito, filme americano vindo de Hollyood, os meus filmes preferidos desde sempre… nasceu com eles o gosto que tenho e mantenho, um pouco desiludido, ultimamente!!!... O tema já aborrece, tenebroso e sempre presente… infelizmente, terroristas e terrorismos, pouca abordagem das suas causas, dos seus efeitos em geral, nos USA, nos outros Países, em todo o Mundo!!!... Aguardo por um filme mais audaz, mais real, mais concreto e revelador de tudo que se oculta por trás destes medos todos… os que nos impõem, por parte da maior democracia (???...) que os realiza, que os comercializa, que os distribui, publicitando o que bem entende, pois então!!!... Acredito que o façam, não conheça eu os americanos, Povo diverso e aberto, sem peias… por vezes!!!... Não publicito o filme, nem pela positiva, nem pela negativa… não me preencheu, ainda mais com aquele punhado de pirralhos, ali ao lado, fazendo bulha ao longo de toda a primeira parte da sua exibição… apesar dos olhares indignados dos que se sentiam incomodados, dos continuados chamamentos de atenção aos pobres imbecis mal comportados!!!...

 

… enfim, não foi o meu dia… admito!!!... Apesar de os sossegarem, de os obrigarem a varrer as pipocas semeadas pelo chão, de vassoura na mão, com pá também, tristes figuras ridículas e agaiatadas, meninos castigados numa sala de projecção, num Shopping qualquer, depois de os avaliar, pela idade, pelo tamanho… amostras de gente, grupo desafinado, profundamente desequilibrado, senti pena deles, condoí-me deveras… embora prejudicado!!!... Já é a segunda vez que se me depara tal situação… quase, quase como certos socalcos com que esbarro nos fóruns que frequento, quando me cruzo com gentes sem nível, sem sumo, sem valor algum!!!... Será mal dos tempos, será efeito da educação errada que lhes não deram… será fixe para eles, este tipo de provocação sem pés nem cabeça???... Custa-me aceitar tal forma comportamental… ao nível do irracional!!!... COISAS que me envergonham daquilo que sou… um ser humano tão normal e vulgar, como eles, respeitando… ao invés dos ditos, claro!!!...

 

… não era terça, nem sexta, não passei por baixo duma escada, não me sentei numa mesa, não deixei o guarda-chuva aberto… dentro de casa, não foi dia azarado, começou e acabou mal, simplesmente!!!... Sherpas!!!...

 

 

08
Set06

... justiça???... Chiça!!!...

sherpas

 

Os líderes parlamentares do PS, Alberto Martins, e do PSD, Luís Marques Guedes, assinam hoje ao meio dia na Assembleia da República o pacto para a Justiça. O acordo vai ser celebrado na presença do ministro da Justiça, Alberto Costa, e do vice-presidente do PSD, Azevedo Soares, um dia depois de o Governo aprovar em Conselho de Ministros uma resolução que prevê a concretização de um conjunto de medidas para a reforma do sistema judicial num prazo entre 90 a 180 dias.

... in Correio da Manhã!!!...

... curioso que a reforma da justiça... venha a ser feita por dois partidos políticos, os que se alternam no PODER, que mais elementos possuem com processos pendentes, arrastados ou... arquivados de qualquer maneira e feitio!!!... Pactos... por conveniência???... Quiçá!!!... Sherpas!!!...

... deixa-me rir!!!...

06
Set06

... demências!!!... Anjos na Terra... quiçá???...

sherpas

 

 

… cruzo-me com ele, muitas vezes, cara a cara… sem me ver, prossegue na sua luta interior, pobre débil alcoolizado, barba por fazer, roupas descuidadas, um boné de pala, numa conversada atabalhoada que descamba em discussão acesa, com gestos violentos, arrebatamentos de momento, alguns golpes de Karaté dados no vazio, numa imagem que o persegue, talvez!!!... Percorre a rua num sentido, em constante desafio… enfrentamento que transporta desde há muito, mau proceder para quem o persegue, fantasia ou doença, visualização do que não existe, resultado duma mente perturbada pelas libações a que se entregou desde há muito, criatura com cerca de quarenta e tantos anos ou… menos, idade indefinida, pelo estado físico, pelas roupas com que se veste, pelo descuido da imagem pessoal!!!... Sem objectivo, chegado ao fim da rua… inverte o caminho, pára, barafusta, discute… mostra-se agressivo, dá murros e pontapés em falso, em ninguém!!!... Já o tenho visto de roda dos contentores do lixo, vasculhando… sentado num banco de jardim, mastigando uns troços de pão, olhar perdido… não olhando nada, não vendo ninguém!!!...

 

… quando por ali paro, quando me sento, quando solicito os serviços do empregado da pastelaria… quando encomendo lanche, bebida fresca, tanto pela manhã, como à tardinha, muitas vezes reparo numa figura que me intriga, homem alto, espadaúdo, olhar impenetrável, vestido com casaco grosso de lã, seja Inverno, seja Verão… com um saco de plástico na mão, com muitas parecenças com o actor americano Clint Eastwood, assim o apelido quando a ele me refiro em conversas que mantenho com pessoas mais próximas, quando o recordo, quando abordo aquela visão repetida, quando por ali vou, quando me sento, quando lancho ou bebo… líquido fresco, naquela esplanada onde o vejo!!!... Chega sozinho, bem acompanhado com ele próprio, rosto fechado e… do alto dos seus 1 metros e oitenta e tal, quase noventa, revolteia o olhar pelas mesas e pelas cadeiras do lugar, desde que encontre poiso, lá se senta, se ajeita, coloca o saco plástico no chão, aguarda pelo funcionário que, logo que chega, ouve… o seu sussurro, o pedido de sempre, porque repetido, tal como o empregado de serviço, já o conheço:

- dois frascos de leite vital, sem copo!!!... Emborca-os num repente, troca as pernas, levanta o olhar… paga, agarra no saco de plástico, levanta-se, vai embora!!!... Tal como chegou, cara esfíngica, homenzarrão parecido com o Clint dos filmes… dieta tão igual, sem proferir som, isolado de todos, no meio de tantos, igual a si próprio… tanto no Inverno, como no Verão!!!...

 

… idade bem avançada, mais para os noventa e tais… esqueleto coberto por leve camada de carne, cabeça ainda composta por uma mecha de cabelos alinhados, bem penteados, esbranquiçados, cara chupada, fatinho completo, ali sentado no meio daquela balbúrdia, com uma das mãos segurando a cabeça que pensa, qual máquina automática descontrolada, senilidade ou demência… pela idade, produzia sons indistintos, espetava o dedo numa direcção definida, os olhos brilhavam, acenava, conciliador, com sorriso convidativo para ninguém em especial, chamou-me a atenção, pois então, reparo nestas coisas quando me desloco, quando me instalo e vejo ao meu redor!!!... Quanta história passada por trás daquele corpo carcomido, daquela cabeça baralhada, daquela pessoa envelhecida… ali sentada, discutindo, baixinho, seus problemas, recordando familiares já idos, visionando filhos, netos, mulher já falecida, conjecturo enquanto o vejo!!!... A vida de cada um, pela idade, por hábitos perniciosos quando se ingere o que nos alucina e prejudica, por dependência de drogas que nos debilitam, nos afectam, torna-se complexa, avilta-nos, torna-nos alvos de olhares… indiscretos, por vezes!!!... Quando olho e… avalio o que me não diz respeito, porque com estes casos deparo, dá-me para isto, para escrevinhar o que me sensibilizou, na altura!!!... Abençoados… os pobres de espírito, pelas mais variadas razões!!!... São anjos na Terra… protegidos pelos Deuses, quiçá!!!... Sherpas!!!...

 

06
Set06

... a imprensa que passaremos... a ter, não tendo!!!...

sherpas

 

... o que se dizia Independente, não sendo... foi às de Vila Diogo, finou-se!!!... O arquitecto que é jornalista, não sendo... vem com o Sol às voltas, prognosticando bons augúrios, prevendo a ultrapassagem do que já foi alguma COISA, não sendo, daquele que vai mudar o formato, que vai ofertar DVD,s, entre outras COISAS mais!!!... A imprensa, pelas inclinações políticas disfarçadas... vai-se desfazendo, aos poucos!!!... Sherpas!!!...

 

06
Set06

... a imprensa que... temos!!!...

sherpas

 

... notícia de primeira página do D.E., em garrafais... ainda assim, logo no topo!!!... Esqueceram-se de acrescentar que somos tão ágeis a formá-las, como a fazê-las desaparecer, na hora!!!... Deixa-me rir!!!... Sherpas!!!...

 

 

05
Set06

... Grão Vasco!!!...

sherpas

c. 1534-1535, óleo sobre madeira, 158,3 x 161,7 cm
Sacristia da Igreja de Santa Cruz, Coimbra, Portugal

 

 

      Obra fundamental à compreensão do universo pictórico de Vasco Fernandes, e importante testemunho da sua adesão aos valores do Renascimento italiano, é um dos melhores exemplares da pintura quinhentista portuguesa, ostentando ainda uma magnífica moldura coeva.

 

... Sherpas!!!...

 

05
Set06

... ninfas!!!...

sherpas

 

Fonte de inspiração da arte greco-romana, as ninfas emprestaram suas características a seres mitológicos de culturas posteriores, como elfos, fadas e gnomos. Na mitologia grega, ninfas eram as divindades femininas secundárias associadas à fertilidade e identificadas de acordo com os elementos naturais em que habitavam, cuja fecundidade encarnavam.

... Mitologia Grega!!!... Sherpas!!!...

05
Set06

... voo 93!!!...

sherpas

 

... fui ver e... angustiei-me, outra vez!!!... Drama pungente, fanatismo exacerbado... fim diferente do calculado!!!... A partir desse dia, do 11 de Setembro de 2001... o Mundo mudou, para pior!!!... Sherpas!!!...

05
Set06

... fogos, em Portugal!!!...

sherpas

 

 

 

 

Incêndios já consumiram 57.994 hectares desde Janeiro
Os incêndios já consumiram 57.994 hectares em Portugal desde Janeiro, uma área semelhante ao concelho de Leiria, sendo o distrito de Viana do Castelo o mais afectado, indica um relatório da Direcção-Geral dos Recursos Florestais.

 

... in D.D.!!!...

 

... muita coisa ardeu... ainda mais, continua a arder!!!... Tristeza de País... inoperância de governantes, quiçá???... Sherpas!!!...

 

05
Set06

... alternativa, pois então... desejando que estão!!!...

sherpas


O presidente do CDS/PP traçou, assim, o caminho do partido, que será de "afirmação própria, das suas ideias e convicções" e de pressão constante para que o Governo preste contas ao País.

"Vamos trabalhar numa política alternativa mas não nos vamos perder em oposição à Oposição", vincou Borges de Freitas, recordando a garantia de Ribeiro e Castro, em Leiria, que o CDS/PP vai trabalhar para ser "o eixo, a alavanca e o motor da alternativa para Portugal em 2009".

O secretário-geral do CDS/PP assegura, assim, que não se está a formatar qualquer afastamento do antigo parceiro de coligação o PSD. Aliás, ainda hoje Ribeiro e Castro vai reunir-se com o ex-líder dos sociais-democratas e actual presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso. Por outro lado, ainda não foi definida qualquer política de alianças para as próximas eleições.

... in J.N.!!!...

... antes de darem o último suspiro... ainda mostram o que não são!!!... Vão-se apagando... aos poucos, como loucos!!!... Sherpas!!!...

05
Set06

... incêndios, no Verão... já é tradição!!!...

sherpas

 

Agosto voltou a trazer o inferno das chamas a todo o País. Mas este ano as televisões estão mais comedidas, apesar de terem rejeitado acordo de auto-regulação.

... in Correiodamanhã!!!...

 

... tem sido um ano igual aos outros, quanto a fogos... não tão publicitados, mais sonegados, é evidente!!!... Sherpas!!!...

 

 

04
Set06

... casa do... Alentejo!!!...

sherpas

 

... palácio Alverca ou... Casa do Alentejo em Lisboa!!!...

 

A Casa do Alentejo, à Rua das Portas de Santo Antão vive neste momento de carências e projectos. As carências têm a ver, especialmente, com a falta da verba que permita restaurar a cobertura do lindíssimo edifício e recuperar diversas áreas interiores. Quanto aos projectos, o mais imediato, e que irá orçar em cerca de 60 mil contos, é a instalação de uma biblioteca e centro documental no último piso do edifício, o que permitirá valorizar o imenso espólio reunido durante décadas pela Casa do Alentejo, colocando-o ao dispor de estudantes e outros interessados no que às coisas referentes ao Alentejo dizem respeito. Embora as verbas teimem em chegar, a verdade é que a direcção daquele espaço do centro de Lisboa já conseguiu recuperar algumas salas, mostrando-se confiante de que o «velho» protocolo celebrado com o IPPAR (que significaria a disponibilização de mais de meio milhão de contos para obras) ainda venha a concretizar-se.

... o problema mantém-se... pelo que vi e ouvi, no local!!!... Sherpas!!!...


04
Set06

... manhã cedo... na cidade!!!...

sherpas

… manhã cedo, na cidade de Lisboa… na zona mais nobre, na pombalina, na velhinha bem centenária, em constante recuperação de prédios, restauros superficiais, manutenção de fachadas, interiores de luxo, completamente construídos de raiz, ali no centro de tudo, a um saltinho do mais castiço, dos bairros que lhe deram fama, Bairro Alto, Alfama, Mouraria, Terreiro do Paço, as ruas principais, a Augusta, a do Ouro e a da Prata, a Praça da Figueira, o Rossio, bem pertinho do Martim Moniz, agora com tão má fama… parece que os marginais, os indigentes, por drogas e por excessos alcoólicos, por prostituição… também, se instalaram por ali, juntamente com orientais e africanos, mescla de raças, negócios diversos, escusos, alguns furtos, insegurança que se respira e se avisa, quando incrédulo e de boa fé, como sempre, um senhor fardado lá me explicou que os frequentadores do Intendente, depois de lhes fecharem o acesso… tinham descido um pouco, apontando a máquina digital, me assegurou que não era boa ideia continuar de ânimo leve, como sempre o tenho feito a qualquer hora do dia mas… pelo sim, pelo não, guardei-a na mochila e continuei a minha digressão, deliciado!!!...

 

… parei na igrejinha da Senhora da Saúde, entrei no Centro Comercial ali perto… espécie de Chinatown, misturei-me, comprei uma pilha para a chave do automóvel numa relojoaria bem composta, bem suprida… dum senhor de origem chinesa que, antes de ma vender me avisou que custava três euros, ainda assim num daqueles acessos ao metropolitano do Martim Moniz!!!... Tão à vontade como sempre… em qualquer cidade por onde passo… mais ainda, na minha, na que conheço desde que me conheço!!!... Meti conversa, fui recebido com cordialidade, com indiferença, com alguma desconfiança, muito normal para quem se sente… marginalizado, minorias que não estão bem integradas, por enquanto!!!...

 

… de madrugada, as cidades têm outro sabor… parecem-me completamente diferentes, mais limpas, sossegadas, até o velho respira novo, não se lobrigam as chagas costumeiras da nossa montra primeira, a chusma de pedintes que nos assediam constantemente, quadro bem negro que os nossos políticos desconhecem, que não conseguem pintar com outras cores, quantos dissabores, quantas promessas, quantos males que se não curam, que aumentam e avultam, que imagem péssima damos de nós a quem nos visita, penso por mim, visitante compulsivo, continuado, assumido… da cidade que melhor conheço, que mais amo, entre todas as outras por onde cirandei, em tempos!!!...

 

… depois vim chegando para o largo de S.Domingos, passando por ruas estreitas donde exala… em certos recantos, um cheiro a mijo, a vomito, de manchas bem delineadas, repulsivas, desencantos de quem pratica tais perniciosos hábitos… a desoras, marginais, alcoólatras, drogados, indigentes, mescla de restos e de sobras, errantes e extravagantes nos procederes, nos viveres não transversais, nada normais… pelas circunstâncias!!!... O quadro já estava composto, os mendigos de sempre… um pouco antes da missa, encostados à parede da porta de entrada, sentados no chão, em cadeira de rodas, consciência dos praticantes de serviço, dos condoídos, dos que se sentem bem… quando dão uns tostões a quem lhes pede!!!... Ficam bem, os que dão, os que recebem… modo de vida instituído, enquanto o autarca da capital pactua com a realização de entretenimentos musicais, doutros iguais, fazendo de conta que não sabe o que se passa na sua cidade, o acto da pedincha, como já o ouvi nomear, mais do que uma vez, por nacionais, por estrangeiros, quando assediados!!!...

 

… como tinha a máquina digital lembrei-me de ir até à Casa do Alentejo… fazer o que já tinha pensado, tirar uns bonecos daquela preciosidade, por se acaso!!!... Satisfiz o meu desejo, por aqui vos deixo as imagens… para os que não conhecem, ainda!!!... Foi uma manhã proveitosa… como todas, quando me proponho!!!... Vi pessoas de todas as raças, contactei com elas, vi casos dramáticos, condoí-me, avaliei-os e entristeci-me… deliciei-me com maravilhas conhecidas, senti-me bem!!!... Sherpas!!!...

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D