Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

... coisas do Sherpas!!!...

... comentários sobre tudo, sobre nada... imagens diversas, o que aprecio, críticas e aplausos, entre outras coisas mais!!!...

21
Nov07

... outras gentes... as élites!!!...

sherpas

 

... não sou anarquista de pensamento, não pratico essa linha de vida que a muitos agrada, não sou dos que se julgam com unhas e garras para tocar a viola, não me imponho pela sagacidade, pela hipocrisia, pelo ludibrio, pela oportunidade de momento, não apresento feitos e valias de sobejo, não pretendo ser ou tentar passar por habilidoso no verbo dito ou escrito, não quero lembrança por séculos ou milénios, não quero constar das páginas sórdidas dos que foram vis e cruéis, dos que fizeram a história, cúmulo de balelas sem sentido, agraciamento de pandilhas que se consideraram élites, que se sobrepuseram à massa anónima, por obras e actos vergonhosos, ardis congeminados no mais amargo e escondido segredo de mentes perversas com o apanágio de toda uma alargada horda de seguidores!!!...


... senhores e autores de barbaridades singulares apelidadas de lutas, guerras, revoluções mais ou menos sangrentas, imposições férreas com futurologia assegurada, dinastias, períodos em que souberam vergar a cabeça dos submissos fazendo-os mais dóceis ainda, carneiros sob jugo ameaçador de fortes cajados, ferramentas de sofrimento mais sofisticadas, cortantes ou machucantes, barulhentas e destruidoras, de alguns ou de bastantes, mais modernas devido a avanços científicos tão terríficos, botãozinho ali à mão, pequena dose que arrasa uma cidade, um País, um Continente ou o Mundo inteiro, fizeram-se élites detestáveis, execráveis pelos genocídios que praticaram, praticam ainda, contribuíram para eles!!!...


... como eu gostaria de ser como o primeiro anarquista destes dois milénios passados... ah J.C. dos meus embevecimentos, não sendo seguidor encartado, mais que visto!!!... Não, não sou anarquista... obedeço à ordem estabelecida no momento, tenho provas passadas, presentes e pretendo, no futuro, continuar tendo!!!... Da e na massa anónima, com um predicado somente... não gosto de estar calado!!!... Tenho necessidade de me manifestar, escrevendo ou... entoar meu vozeirão, alto e bom som, na altura mais indicada, não me resignando, rejeitando os que rejeitam e calcam, quando se julgam!!!... Sou assim e não entendo os que se consideram élites, diferentes de mim, da maioria que conheço... no seio dos que pertenço e admiro, imensa mancha amalgamada e densa, com grandezas e baixezas, anomalias ou manias dentro da decência que respeito e tento manter, sem desrespeitos e injúrias desnecessárias porque sou dos que pensam que cá se fazem, cá se pagam, cedo ou tarde!!!...

... enfim, todo este arrazoado provocado por crónica dum convencido que admite que as élites políticas fundiram, não existem... embora pertença aos que “somos todos diferentes,” não iguais, uns menos e outros mais, diz quando adianta!!!... Cabeça que não pensa quando escreve tais absurdos, levado por certas maleitas que ainda persistem e não se visualiza sequer na simples condição a que pertence, ser humano como tantos, apesar dos Drs. Engs. Arqs. Advs. adquiridos de passagem numa Universidade qualquer proporcionados pelos bens da família, pela situação social do seu agregado, pelos amigos e influências, valências do local onde viu a luz do Mundo, ao nascer!!!...


... demagogias para entreter, filosofias de vida deturpadas, sonhos e imaginação fértil direccionadas, somente!!!... As élites formam-se a partir de qualquer regime, de qualquer sistema político, de qualquer família ou bando a que se pertence, degraus vários em que se situam os componentes das ditas, desde que o Mundo é Mundo!!!... Quantos sistemas falidos, quantos regimes derrubados, quantas famílias ou bandos que se desvanecem com o tempo, através dele, por ele!!!... Não resistem, tão pouco as pirâmides milenares do Egipto que... já se vão desgastando, se sobrepuseram aos Deuses ou Faraós da altura, aos mais importantes na posição hierárquica que ocupavam, élites de vulto, outras em outros Impérios, em Monarquias, Ditaduras que sossobraram, Repúblicas que definharam, Democracias que se descredibilizam, como agora está acontecendo nesta espécie de Império Europeu, dos vinte e sete, todo um Continente!!!...


... são posições fugazes, nem mais nem menos... iguais como os mais, sustentadas por habilidades e amiguismos, bandos ou famílias, independentemente de neurónios possantes, células cinzentas especiais!!!... Tretas e simplismos de quem se julga... nada mais!!!... Se até o “sangue azul” que teima e persiste... para se regenerar, já se mistura com a “plebe” disfarçando esse elitismo que se apregoa à toa por uma questão de manter posição!!!... Não dá para entender o que, vezes por outras... vou lendo por aí!!!... Ele há com... cada um!!!...


... basta olhar para trás, associar as grandes figuras de sempre, as que se foram libertando do anonimato... se foram apontando como exemplos para quem os segue e gosta de mencionar!!!... Simples, sem predicados nem prebendas, dotados do que todos possuem no acto do nascimento, por eles próprios... sobressaíram, foram chefes, foram líderes, fizeram-se e tiveram élites, grandes vultos, traçaram destinos, abriram rumos, chegaram aonde quiseram, como quiseram, como fizeram!!!... Longe vão os tempos das dinastias, sucessores pelo que herdaram, património de pais para filhos, gerações e gerações de farmacêuticos, de médicos, de advogados, de arquitectos, de generais, de varredores, de sapateiros... filho és, pai serás através dos tempos, mantendo, tipo tradição!!!...


... maneira aberrativa de concluir vidas mesquinhas... não encarando potencialidades em tantas e tantas mentes, em tantas e tantas vidas atalhadas ou destruídas, não acompanhadas, não protegidas, sem oportunidades iniciais, sendo iguais como os mais!!!...


... desaproveitamentos do que se poderia ter dando real valor a quem o tem... pelo que mostra, pelo que é, somente!!!...Calda espessa que se não aproveita, se descura e não trata... viscosidade ou estrumeira em que se transforma quando ao abandono, sem dono, sem objectivo definido, sem estratégia ou visão de futuro, amálgama informe que não medra, que atemoriza, inferioriza, exclui, não intui!!!...


... desperdícios que se aglomeram não geram... crescem no lado errado, definham e morrem!!!... É tempo de revirar o pensamento de certa gente... das élites velhas, gastas e fartas nos disparates, inverdades com que assolam desprevenidos, contemplativos, submissos!!!... Quando começamos somos todos importantes, temos os mesmos trunfos, seremos o que quisermos desde que nos acolham e protejam na fase mais débil, na fase da formação!!!... Apostar nas pessoas, oportunidades novas bem distintas das passadas, de pais para filhos, cumprindo tradição... não presta, ultrapassado momento daquilo que alguns peroram, todos diferentes, élites e raia miúda, realeza e plebe, burgueses e “às vezes”!!!... Já lá vai o tempo... creio!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

Os meus links

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D