Sexta-feira, 29 de Abril de 2016

... entre... quatro paredes!!!...

... entre quatro paredes,

segredo que não transparece,

ódio que s´avoluma,

ciúme que não esquece,

 

amor que se dissolveu,

rotina que s´instalou,

carência q´apareceu,

dissonância que s´entranha,

desamor que não engana,

“encolhido no seu canto,

o que fora tão querido,

supremo encanto,

ouvia o que o pai dizia,

via o que sua mãe fazia,

simples apêndice,

um filho”

 

anuência tão aparente,

gesto repentino,

grito avassalador que surge,

estrondo inadequado,

tão sózinho, amargurado,

juntinho, tão afastado,

 

 

gregário que se desagrega,

injúria, desaforo, refrega,

face tão enrugada,

aspecto, com desafecto,

 

isolamento, acompanhado,

tanto aqui, como em qualquer lado,

numa vivenda bem formosa,

rebento ruidoso, tão calado,

 

 

“sentia-se um entretanto,

pormenor sem importância,

quanto desencanto,

mera substância”

 

prédio de vários andares,

apartamento, fortaleza rochosa,

porta cerrada, azares,

hecatombe que surgiu,

repentina,

foi origem, quebrou rotina,

 

 

cabeça que desatina,

mesa ampla, sem alimento,

cabana que não é cobiça,

gente pobre, gente rica,

 

“não, não eram exemplo,

feras terríveis,

ataques contínuos,

grito tremendo,

esgares incríveis,

segredos, amuos”

 

 

entre quatro paredes,

sentimentos que s´atropelam,

injuriam, interpelam,

 

raivas que soam tão alto,

agressão que causa mossa,

culpa minha, culpa tua,

tão afastados da rua,

 

 

arrecadado,

bem apartado,

aflição que desembesta,

resposta que não contesta,

arremesso, grande encontrão,

desafago, muita agressão,

de discussão em discussão,

 

“tornou-se norma,

ambiente pesado,

guerra aberta, logo após a porta,

entre paredes, feitio e forma,

já preparado,

refúgio, abrigo,

todos os sentidos,

olhos e ouvidos,

pele q´arrepia,

pensamento fechado”

sabor amargo

num gosto, sem gosto,

olfacção desabrida,

na fuga, corrida,

 

 

inimigos que foram amigos,

casal desavindo,

uma que outra razão,

contraciclo, desunião,

de agressão em agressão,

 

consequências em fusão,

futuro sem ilusão,

quebra, desacabamento,

esquecido o casamento,

início de grossa explosão,

 

 

tanta alegria esquecida,

tanto passeio, recreio,

sossego que foi enleio,

tanto enlevo noutra vida,

 

“por vezes acalmava,

afagos tão raros,

um beijo profundo,

carícia, desejo,

só oiço, não vejo,

respiro bem fundo”

 

 

falha grave, falta de tudo,

grande culpa do MUNDO,

perigoso, tão confuso,

quanto receio, quanto abuso,

 

mais um caso, entre tantos,

conflitos domésticos, enganos,

entre quatro paredes,

quando me gritas, m´ofendes,

 

drama que s´adensa,

irracionalidade que não pensa,

gesto irado, ameaçador,

objecto cortante provoca dor,

 

 

“foram alegrias, desvarios,

amores sem fim,

gargalhares sentidos,

gozo inebriante,

muito antes de muito antes,

cúmplices, amantes,

fruto do ventre,

num óvulo presente,

junção c´a semente,

início tão belo,

principe singelo,

futuro auspicioso,

tempo formoso”

 

desperfeito físico, tragédia,

cometimento que brada aos céus,

jorra sangue pelo chão,

olhos abertos, incréus,

 

 

fim do acto, grande drama,

desvaiarada, quando chama,

auxílio que se precisa,

quase apática, tão fria,

 

rol d´imagens se sucedem,

culpa que não assume,

ouve ruído nas escadas,

imagens cruas, paradas,

som aflitivo, grande volume,

estranho q´entra, rompante,

auxílio desnecessário,

corpo inerte, exangue,

vivo, morto, obituário,

 

“escondido num canto,

quanto desencanto”

 

arrastamento, em tropel,

maca, lençol que cobre,

alvoroço sem quartel,

discussão q´acaba em morte,

 

 

acabrunhado,

tão sózinho, lacrimejante,

vida curta, vida dura,

grande dor, mal sem cura,

ao DEUS dará, abandonado,

 

autoridade que se perfila,

investigação, papelada,

algema em mão assassina,

prova guardada, tão fina,

simples faca da cozinha,

 

“entre quatro paredes,

lâmina tão fina,

no chão da cozinha”

 

 

encerrada a questão,

egoísmo, sensação,

algum devaneio pelo meio,

falha de tudo, qualquer coisa,

talvez abuso,

incompreensão,

 

“manhã tão nebulosa,

entre um pai e uma mãe,

incerta, na certa,

rinha sangrenta, desfecho calculado,

escancarada a porta,

círculo que s´aperta,

terrífico cenário,

no antes, no errado,

no trágico também”

 

 

vítima que se junta a outras,

mais surgirão,

quantas paredes, sem montras,

quantos gritos, em surdina,

quantos conflitos, na cozinha???... Sherpas!!!...

 

 

publicado por sherpas às 16:39
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ... pérolas!!!...

. ... bocejo!!!...

. ... reprimenda!!!...

. ... heróis e... cavaleiro...

. ... se possível fosse!!!....

. ... TATE!!!...

. ... Caravaggio!!!...

. ... caravela portuguesa!...

. ... REGISTO!!!...

. ... expulsos, por... negl...

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.as minhas fotos

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds