Sexta-feira, 1 de Janeiro de 2016

... azedas!!!

… tempo delas, costumava ser mais tarde,

como imenso palco da vida,

numa caminhada, simples protagonista,

calcando macio extenso verde

pontuado por floritas amarelas,

as azedas,

 

 

caule esguio, sumarento, sabor amargo,

quão enlevado ao vê-las,

saudade que acalento,

afago,

 

 

ainda agora recordei,

a partir de Fevereiro, início da Primavera,

quando criança liberta,

se bem me lembro,

pensei,

 

 

natureza formosa,

campo coberto, outras vidas,

folhinhas de trevo,

três, não mais,

de quatro, mui raro, sinal de muita sorte,

amargo na boca do pobre,

outros iguais,

quantos sabores, ervas conhecidas,

 

 

descortinando segredos,

juntinho a ribeiro cantante,

águas cristalinas, abundantes,

muito antes, muito antes,

invernia de muita chuva,

um molhinho de poejos,

 

 

muita ânsia, sem corridas,

sem medos,

fragrâncias s´iam sentindo

quando na busca dum ninho,

numa árvore mais frondosa,

por sendas bem exploradas,

alecrins e rosmaninhos,

num Alentejo tão natural,

cantinho de Portugal,

tendo uma base verdosa,

tão cheiroso, colorido,

 

 

integrado em pequeno grupo,

mesmo intento, deambulando,

sonhando,

quanta maravilha, ainda criança,

quanta esperança,

 

 

andando sem parar,

colhendo alguns caules,

mastigando,

sabor azedo, entretém,

num contínuo vaivém,

 

 

bem pertinho de mim,

à sombra dum chaparro,

camponeses comendo dum tarro,

açorda quentinha, ainda,

ambiência formosa, tão linda,

 

 

bem pincelado, a esmo,

campo de tanto espanto,

sempre diferente,

sendo o mesmo,

 

 

consoante altura do ano,

numa infância d´encantar,

que bem,

que bem,

meu berço, meu doce lhano,

 

 

quadro que ficou na retina,

flores diminutas,

amarelo vivo,

quão ilusionado,

cativo,

 

 

planuras a perder de vista,

pequena colina que surge,

foram-se anos, de fugida,

curta passagem,

repentina,

 

 

invernia tinha sido forte,

ainda chovia bastante,

por vezes, surgiam dias claros,

tudo se compunha,

revertia d´aparente morte

 

 

aproximação da Primavera,

grande mestre, pintor maior,

música divina nos ribeiros,

nos regatos, água em abundância,

rebento de flores diversas,

molhinho de poejos, quanta fragrância,

 

 

essa ideia, essa imagem

outros cheiros, colorido tão intenso,

quando lembro, assim o penso,

 

 

na caminhada que faço,

quando vejo, quando passo,

miríades delas,

débeis, temporãmente, tão belas,

Oxalidaceae ou azedas,

caule sumarento, tão amargo,

bem compostas,

amarelas... Sherpas!!!...

 

 

 

publicado por sherpas às 10:46
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ... pérolas!!!...

. ... bocejo!!!...

. ... reprimenda!!!...

. ... heróis e... cavaleiro...

. ... se possível fosse!!!....

. ... TATE!!!...

. ... Caravaggio!!!...

. ... caravela portuguesa!...

. ... REGISTO!!!...

. ... expulsos, por... negl...

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.links

.as minhas fotos

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds