Sábado, 10 de Dezembro de 2011

... alicerces!!!...

... começando pelos caboucos,

aos poucos,

trabalho esforçado, custoso,

compondo alicerces fortes,

espetando pilares erectos,

pilastras robustas, enrijecidas,

compostas de muitas valias,

matérias bem resistentes,

armadas lhes chamam,

quando cheias,

quase, como num castelo, ameias,

 

cimentos, ferros diversos,

emaranhados concretos,

perpendiculares que vão subindo,

placas que vão unindo,

pedaços que TUDO compõem

quando s´ajustam, sobrepõem,

 

divisórias, segundo projecto,

esforço colectivo, papel,

tendo desenho, como guia,

para o inepto,

quase magia,

 

para o q´estranha,

quando se adentra,

fase iniciada,

primeira,

poeira cinzenta, sujeira,

roupas puídas,

tão gastas,

suores que correm em pinga,

sem cor, sem tinta,

cinzentos escuros, ferrosos,

labirintos entalhados,

tão feios,

nada formosos,

 

vai-se construindo a casa,

sonho de qualquer mortal,

abrigo,

belo conchego,

resguardo da intempérie,

esconderijo que se torna afecto,

 

lar que se vai formando,

família que vai surgindo,

ninhada sobre ninhada,

conjunto de pobres humanos,

fantasia que se vai criando,

parelha que se multiplica,

fazendo filho ou filha,

 

resma de conflitos,

alegria,

tristeza de fazer pena,

tragédia incomensurável,

imprevista,

não desejável,

 

morte de algum parente,

ligação que se encurta,

entre paredes já feitas,

casas bonitas,

perfeitas,

 

compostas com sumo gosto,

tendo telhado e tudo,

seguindo ritmo normal,

dos caboucos ao ponto final,

alicerces fortes,

bem postos,

evitando sustos,

desgostos,

 

enlevo na construção,

sem devaneio,

levitação,

partindo SEMPRE do chão,

como perspectivas,

dinheiros,

negócios que se praticam,

algum engodo,

especulação,

cumulativo q´existe,

 

vão construindo os pedreiros,

vidas curtas que não esticam,

elos fracos na cadeia,

harmonia que não persiste,

desemprego que se alteia,

paragem forçada, na certa,

altura de CRISE que aperta,

 

telhados que sonham,

no alto,

inversão do que é racional,

papel que não é pedra,

dinheiro,

matéria abjecta,

primeiro,

esquecendo cabouco,

pedreiro,

mais forte do que o próprio ferro,

quando mando, posso e quero,

 

sustentáculo,

esforço tremendo,

provocando penúria,

tanto mal,

sociedade em paranóia,

forcejar de situação

na mira do cúmulo,

milhão,

 

ganância exacerbada

que, espremidinha, dá nada,

provoca inquietação,

 

esquecendo primícia,

lógica,

harmonia perfeita,

habilidade,

perícia,

 

conjunção que tudo liga,

primor,

antes do telhado,

um cabouco,

antes de senhor

provocador,

 

mui louco,

enriquecido tresloucado,

à custa de tanto criado,

trabalho custoso,

esforçado,

massa informe que tanto pena,

pouco sonha,

quando constrói,

 

partindo do chão,

telhado que harmoniza,

abriga o que foi levantado,

conjugação de esforços,

num FEITO que... finaliza!!!... Sherpas!!!...

 

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.smile} 

 

publicado por sherpas às 08:37
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.posts recentes

. ... sabores!!!...

. ... experimentação!!!...

. ... PIRATAS!!!...

. ... descalçar... as BOTAS...

. ... pérolas!!!...

. ... bocejo!!!...

. ... reprimenda!!!...

. ... heróis e... cavaleiro...

. ... se possível fosse!!!....

. ... TATE!!!...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds