Sábado, 5 de Dezembro de 2009

... ponto!!!...

… pode ser um ponto isolado numa página branca ou escura,

com rima que saltita, dança, quando encanta, delicia,

perdido, sem sentido, qualquer espécie de métrica, enquadramento,

quase escondido naquele deserto de ideias, perdido, sem guia,

coisa vazia, interrogante quando se pergunta,

murmurando para seus botões, fraca valia,

no que se considera ou não… poesia,

 

pode ser choro convulso, dor permanente, chaga de vulto,

riso incontido, gargalhar constante, histeria colectiva,

contrários que chocam, martirizam, algo oculto,

contraponto que se adivinha num simples ponto,

situação que causa dúvida, repleção,

perante tanto espaço por preencher, num ter que ser,

reflexo ocasional de quem não quer,

acabando por escrever o que tem pensado,

num ímpeto arrebatado, improvável, de quem se julga,

aceitando o casual, tão normal que se não culpa,

descrevendo o vento, o insecto, o objecto, o mar que se espraia,

a morte que impressiona de medonha, abjecta no seu amor,

seja onde for,

 

a criança que sofre, mais esqueleto, cheia de fome,

meninos prendados, tão protegidos, filhos do homem,

universalidade que arrecada num ponto que se estica,

ligeira brisa,

páginas repletas, cheias, completas, com rima, com métrica,

cantares de flores que remanescem, desabrochando,

corpos que comungam dum idílio que vão amando,

aves que voam, depenicam pedrinhas numa calçada,

galos, galinhas, poderes de papo cheio,

vazios armários, casarões de rebentar,

ventres esquecidos, partos com dores, futuro dos filhos,

mentes inversas, delírios p´ra dar, guerras nos mundos,

bocas caladas, faces viradas, sozinhos, mudos,

 

águas da fonte, cristais que brilham, riquezas a esmo,

farturas, gastos, lautos repastos, mentiras do mesmo,

hipocrisia que cansa, avidez que sente,

poesia num ponto que prolonga, se torna poema,

instante que surge, página vazia, som ou fonema,

espaçamento que alinha surgindo num esquema,

casa bonita, rapariga airosa, paisagem de sonho,

palavras amigas, tão simples, sensíveis,

locais da esperança… damascos, sedas, sorrisos visíveis,

 

torturas que esquecem, param, prolongam,

surgindo provires,

recomeço interminável, vida que aperfeiçoa ser complexo,

que se entrega, revolta, reproduz pelo sexo,

que mata, que esfola, que maltrata com primor,

causando revolta, pasmo, pavor,

 

num ponto me refugio, página imensa,

tão só, sofrido no que se não pensa,

poema que sai, rugido que sinto,

pequeno, mediano, sem grande tamanho,

desilusão que persegue, estorna, engano,

comparação com quem foi, não comungo, diferente,

coisinha de nada… amostra de gente!!!... Sherpas!!!...

 

publicado por sherpas às 06:28
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
31

.posts recentes

. ... sabores!!!...

. ... experimentação!!!...

. ... PIRATAS!!!...

. ... descalçar... as BOTAS...

. ... pérolas!!!...

. ... bocejo!!!...

. ... reprimenda!!!...

. ... heróis e... cavaleiro...

. ... se possível fosse!!!....

. ... TATE!!!...

.arquivos

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds