Sábado, 29 de Outubro de 2011

... GUERRAS???... Ná... não CREIO!!!...

... inaudito, nunca visto,

não é conto,

foi imprevisto,

calculava, desde que me conheço,

de arma na mão, olhar vago,

frente a multidão,

pensando, como irmão,

deitando para o chão

arma mortífera,

não sendo fera,

 

virando costas,

indo embora,

mulher que chora,

criança morta,

vociferantes que se movimentam,

aviões que revolteiam nos céus,

incréus,

 

voltam e voltam,

não vomitam morte,

não destroem, não incendeiam,

não esfrangalham corpos,

voando sem destino,

não cumprindo,

 

centros da GUERRA que se vão esvaziando,

botões que não calcam,

não enviam aparatos de medo,

não é luta,

carnificina que... se não produz,

mesmo com ordens,

injúrias desmedidas,

gritadas, proferidas,

gestos desgarrados,

jornais, mídias,

 

palavras grandiloquentes,

efervescentes,

juízos revirados,

inconscientes,

fardas despidas,

são vidas,

 

horrores lembrados,

tão presentes,

destruição louca,

sociedade que se apouca,

se condena, se extingue,

se distingue de quem mata por necessidade,

realidade,

 

matança provocada,

por cimeira, discussão,

em vão,

 

não querem,

rejeitam,

enfrentam aliança com o diabo,

penitenciam-se perante

quadro avulso, degradante,

 

modo de vida oprimida,

consciência de quem pensa,

distinção de tempos de constante penumbra,

ódios permanentes,

inocentes,

casacas lustrosas não presentes,

 

que se enfrentem,

que se digladiem,

que se espezinhem, que se escravizem,

assim o dizem,

quando procedem,

retrocedem

 

não matando,

não destruindo,

rejeitando carniça imensa,

virando costas a insensíveis,

incríveis,

donos do MUNDO,

donos de TUDO,

 

piedosos facínoras,

abençoados por religiões que se acomodam,

não gritam,

não choram,

não imploram,

 

casacas longas,

vermelhas,

pretas de luto,

abutres e corvos,

quando afastam estorvos,

 

esquecem visões apocalípticas,

males destruidores,

furores,

ladainhas,

nem adivinhas,

 

inaudito,

já tinha sonhado,

há quanto tempo,

desejo meu, grande momento,

 

armas no chão, aviões que volteiam,

botões sem uso,

homens sem farda, irmãos dos irmãos,

contenção,

ansiedade que se torna esperança,

na PAZ que avança,

 

teimosia que me inebria,

despreza mais valia,

junta à dignidade,

sendo saída, sendo cura,

realidade,

 

cantam os anjos na TERRA,

sorrisos que me avassalam,

embalam,

 

acalentam no íntimo,

me fazem mais forte,

contraforte,

 

muralhas invisíveis,

vontades,

futuro tão belo,

desvelo!!!... Sherpas!!!...

 

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile} 

publicado por sherpas às 15:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 18 de Outubro de 2011

... mal podia, mas...

… mal podia mas, lá ia.

queixa daqui, dor que sente,

alquebrada, idosa bastante,

bocadinho de gente,

olhos abertos, vestes já gastas,

rua estreitinha, velhas as casas,

pinturas no osso,

buracos, reboco,

racha que avulta, moradia antiga,

sempre a conheceu,

de rapariga,

 

já existia, quando nasceu,

brincadeiras, folganças,

cantigas, andanças,

tempo passado,

festinhas no adro,

curto pedaço,

recanto, bocado,

 

foi custoso, quando pensou,

sem vontade, tão pouco,

MUNDO diferente, tão louco,

nas vestimentas, nos procederes,

outros seres,

decidiu, avançou,

mais novos,

cuidados dobrados,

recordação, agravos,

 

obrigação que se impôs,

netos, bisnetos,

família tão vasta,

mais só, mais gasta,

com mágoas, com dores,

encosto na mão, bengala, auxílio,

vontade tão grande,

alquebrada, idosa bastante,

 

porta do meio, ampla entrada,

na casa tão velha,

mais velha que ela,

vestígios do que foi,

majestática, apalaçada,,

parede com fresco reboco,

remendo, cautela

de quem não vive nela,

filhos ou netos,

senhores já mortos,

destinos, projectos,

 

caminhos incertos,

lembrança, cuidado

d`ausentes que são donos,

que mandam,

reparam,

 

lembra, não pára,

alquebrada, idosa bastante,

mal podia… mas lá ia,

vontade tão grande,

 

fora promessa,

quando rezingas, teimaram,

presença, remessa,

gentio desmesurado,

sem escape, ocuparam

mente tão débil,

corpo dilacerado,

com dores, chagado,

sacrifício tão grande,

alquebrada, idosa bastante,

 

visita curta, costumeira,

na casa que tem,

interpelação de bisneto,

vivaço, avesso,

quase hostil, com birra,

no adro, na feira,

no palco da vida,

tão perto, tão longe,

bengala na mão,

juntinha ao portão,

palácio, casarão,

mal podia… mas, lá ia,

 

quase sem pensar,

ímpeto repentino,

aos trancos, com custo,

sem medos, sem sustos,

acabou por desembocar

no largo do palco,

estranhos imensos,

rostos sem nome,

corpos diferentes,

gentios apensos,

 

aglomerado tão denso,

infernal barulheira,

sons esquisitos,

com pulos, com gritos,

 

basbaques dengosos,

dengosa se queda,

seus males s´esvaem,

sorriso nos lábios,

tão lindos, formosos,

bisnetos e netos,

continuidade da vida,

ali reunida,

 

provires, afectos,

alquebrada, idosa bastante,

bengala encostada,

emoção tão grande!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile}

publicado por sherpas às 20:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.pesquisar

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. ... acabadinha de... cheg...

. ... sabores!!!...

. ... experimentação!!!...

. ... PIRATAS!!!...

. ... descalçar... as BOTAS...

. ... pérolas!!!...

. ... bocejo!!!...

. ... reprimenda!!!...

. ... heróis e... cavaleiro...

. ... se possível fosse!!!....

.arquivos

. Novembro 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

.favoritos

. ... antes que... a vida, ...

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds